90 Anos de Chico Anysio - A REALIDADE DE UM MITO ( Parte 20 )

12/04/2021

A VIRADA DO MILÊNIO não começou Bem para o MESTRE Chico Anysio. No Ano 2000 deu-se Início a Pior Fase de Desentendimentos com a TV GLOBO. Chico passou a receber SUSPENSÕES cada vez que fazia Desabafos á Imprensa ou Criticava os Programas/Colegas de emissora. Mesmo com os Afastamentos e Advertências, Defendia a LIBERDADE DE EXPRESSÃO e, sempre que havia uma Oportunidade, sobretudo na Mídia, falava Francamente o que tinha Vontade.

Recentemente repercutiu no YouTube e nas Redes Sociais uma Entrevista onde um de seus Filhos revelou sobre o Fatídico e-mail de Chico Anysio, onde Chico Atacava Verbalmente Diretores Globais (Assunto Inclusive já Postado neste Blog em Janeiro DESTE ANO, no espaço BAÚ DE MEMÓRIAS, incluso nas Diversas Aparições de Chico Anysio na Revista VEJA, da editora Abril, ao longo dos Anos ), por não chamarem e Inserirem seu Filho dentro das Produções da Globo.

Chico, na ocasião, extremamente aborrecido, AFUNDOU SUA PRÓPRIA CARREIRA. Mesmo arrependido dos Conteúdos PESADOS e de BAIXO NÍVEL e tendo se Retratado posteriormente, foi Suspenso da Programação e ameaçado de processos Judiciais. Uma das maiores Polêmicas do e-mail naquele período do Ano de 2000, foi a Mensagem DIRETA ao Diretor Jayme Monjardim ( com quem Chico havia trabalhado em TERRA NOSTRA ) : " Você não chama meu Filho para Trabalhar por Minha Causa.. (.. ) ..Dormi muito com a sua Mãe, Você deve ter algum tipo de Mágoa ou Ressentimento. " A Falecida Cantora Maysa, Mãe de Jayme, foi uma das Várias Famosas que fizeram parte da EXTENSA LISTA de Romances de Chico Anysio. Anos depois do Episódio desagradável, Chico e Jayme se tratavam Cordialmente, e Chico ainda reforçou essa Afirmação em uma de suas Entrevistas no final da Vida, acrescentando : " Meu Esporte Favorito é me Retratar. " 

Chico, impulsivamente, colocou TUDO A PERDER. Apesar disso tudo, prosseguiu no ZORRA TOTAL e era Convidado Especial semanalmente no quadro NENÉM SABE TUDO, do Programa GENTE INOCENTE, que era comandado por Márcio Garcia. Ainda em 2000, esteve em Cartaz com O FOFO, Show que tinha por objetivo abordar os problemas típicos dos brasileiros de maneira CRÍTICA, levando á plateia aos RISOS, mas também á REFLEXÃO. O FOFO foi Escrito e Dirigido por Ele Mesmo.

A ESCOLINHA, em versão encurtada, que fazia Sucesso dentro do ZORRRA TOTAL, em 2001, voltou ao Ar nas tardes da GLOBO, com Antigos e Novos comediantes. Em 2002, sem maiores explicações, foi descartada da programação. Um sofrimento para os profissionais mais velhos e uma Dor Insuportável para Chico Anysio, que chegou ao ponto de tentar investigar quem teria sido o responsável pelo término do programa, ou quem poderia ter influenciado essa atitude. A partir daí, passou a sobreviver de participações esporádicas em produções e novelas da casa. Lança o Livro O CANALHA.

Entre 2003 e 2004 apresentou CHICO ANYSIO, O FANTÁSTICO, Produzido e Dirigido por seu Filho André Lucas. André também foi responsável pela produção dos espetáculos EU CONTO, VOCÊS CANTAM, de 2005 e CHICO.TOM, do mesmo Ano. Ao lado do Pai, Protagonizou o show TAL PAI, TAL FILHO, entre 2009 e 2010.

Retornou ao FANTÁSTICO pela Segunda vez depois de anos, em 2003, no quadro CARTÃO DE VISITAS, que apresentava seus Principais Personagens em Esquetes de Humor com a Participação de grandes nomes do elenco da TV GLOBO. Foi ao Ar até 2004, e, posteriormente, foi lançado em DVD pela SOM LIVRE.

Em 2004, lançou SALÃO DE SINUCA, uma Coletânea de suas melhores piadas em Shows pelo País. " Durante estes 41 anos de Shows, foram sete milhões, cento e oitenta e três mil e duzentos minutos em que estive Criando, Pesquisando e contando Piadas e mais Piadas.. " contou na época de Lançamento do Livro.

Em 2005, Dois Novos Livros do Mestre chegaram ás Prateleiras : ARMAZÉM DO CHICO e MESA DE BOTECO. No mesmo Ano, entrou para o elenco da 2ª Versão do SÍTIO DO PICA-PAU AMARELO como o advogado OSVALDO SARAIVA, que ficou com Amnésia após uma pancada na cabeça.

NOVELAS passaram a ser suas Alternativas de Trabalho. Em 2006, Chico quis entrar em COBRAS E LAGARTOS, de João Emanuel Carneiro, Novela da qual sua Sobrinha, Cininha de Paula, era uma das Diretoras. Porém, não havia mais espaço no Elenco e não houve possibilidade de criação de um Papel Secundário ou Participação Especial. A partir disso, surgiu o período mais complicado do Mestre, em que Chico usava a Mídia para desabafar o descaso da TV GLOBO e Alfinetar os Diretores da emissora, ás vezes de maneira Agressiva. Uma Situação que foi Contornada, mas que abalou muito a Carreira de Chico, que já vinha prejudicada desde o início da década de 2000. Conseguiu entrar em SINHÁ MOÇA, Remake da novela Homônima de 1986, do Autor Benedito Ruy Barbosa, que foi readaptada por suas Filhas, Edimara e Edilene Barbosa. Chico Anysio esteve na pele do fazendeiro EVERALDO. Embora aparecesse Escrito na ABERTURA : Ator Convidado : CHICO ANYSIO, não foi assim. Chico Anysio foi quem procurou o Diretor Ricardo Waddington, se oferecendo para o Papel. Não chegou a terminar de Gravar a Novela. Nas Últimas Semanas de exibição dos Capítulos, Chico ficou doente e passou algum tempo Internado. Sendo assim, seu Personagem acabou " Esvaziado " da trama, sem uma Conclusão Específica. No final de 2006, em PÉ NA JACA, de Carlos Lombardi, fez o Papel de CIGANO, um Cego que era Dono de um Parque de Diversões. Descobre ter um poder de captar os males físicos dos outros. Sendo assim, ao final da Novela, quando LANCE/TICO, interpretado por Marcos Pasquim, descobre ter uma Doença Fatal, se submete a uma " troca " com Cigano, que morre em seu Lugar, tomando a Doença para Si.

Ainda em 2006, foi Diretor Geral do Espetáculo 20 ANOS DE CANECÃO, do cantor Elymar Santos, que Se transformou no DVD PROCURA-SE.. 20 ANOS DE CANECÃO, gravado na famosa e extinta casa de Shows do Rio de Janeiro. Chico dirigiu Elymar em outros Shows e, como Compositor, escreveu Repertórios para trabalhos dele.

Em 2008, participou da Série GUERRA E PAZ, no papel de Padre Santo. Ainda escreveu o Romance Policial 3 CASOS DE POLÍCIA.


Kerley Fernandes Salguero, ( fã, admiradora e idealizadora de conteúdo para projetos virtuais ) ( @salgsincerity ).