90 Anos de Chico Anysio - A REALIDADE DE UM MITO ( Parte 31 )

24/04/2021

Apesar da Afirmativa, Chico era ( Pasmem ! ) um Profissional INSEGURO. O Falecido Comediante Grande Othelo, em meados dos Anos 80, foi destaque de uma Reportagem da extinta Revista MANCHETE, da Editora Bloch, e durante a Matéria revelou que Ele foi a pessoa que Encorajou Chico Anysio a Encenar em Teatro. O próprio Chico relembrou em sua Autobiografia a Peça de Teatro da época e as Lições que Aprendeu com Othelo. 

Chico Anysio e Grande Othelo se conheceram na Rádio Guanabara, atuaram nos tempos das chanchadas da Atlântida e já trabalharam juntos várias vezes ao Longo de suas Carreiras. Em sua Autobiografia de 1992, Chico relembrou uma Peça Teatral no final dos Anos 40, uma Paródia de Edgard G. Alves para HAMLET, de Shakespeare, OMELETE, onde Chico, em certa ocasião foi substituto do Humorista CHOCOLATE no Papel de Laertes : " Batista Rodrigues era Hamlet, Chocolate o Laertes e Othelo era Ofélia (..) (..)..Substituí o Batista no cinema São Luiz e fiz Laertes no lugar do Chocolate no Fluminense (.. ) (.. ) Na Cena de morte do Laertes, no São Luiz, Chocolate, antes de cair, dera vários pulinhos e fizera trejeitos engraçadíssimos. Quando chegou a hora de morrer no Fluminense, e aí o Laertes era Eu, preparei-me para fazer o que Chocolate fizera. Nunca vou esquecer o Olhar do Othelo, me 'pedindo' para não fazer o mesmo. Entendi aquele olhar e o Agradeço até hoje. Fazer o que Chocolate fizera o obrigaria a fazer mais ainda.. (.. ) ..Othelo quis me Poupar. Pediu que Eu lhe evitasse a Obrigação de me Vencer. Aprendi muito com aquele olhar do Othelo, aprendi que não se deve Competir quando se faz o mesmo trabalho. Comediantes Inteligentes não Dividem, Somam. "

Chico também responsabiliza Duas de suas ex-Esposas por sua CORAGEM ARTÍSTICA. Chico Anysio sempre dizia que a atriz Estelita Bell foi a primeira pessoa a acreditar Nele como ATOR. A Comediante Nancy Wanderley foi quem ELEVOU em Chico essa CRENÇA, o Incentivando a Exploração desse ramo da Interpretação. Nancy foi uma das maiores comediantes femininas da década de 50 e início dos 60, e foi a primeira Esposa de Chico Anysio. Chico Anysio e Nancy Wanderley se conheceram durante a Segunda passagem de Chico pela Rádio Mayrink Veiga, em 1952. Nancy, na época, já era experiente no ramo humorístico e uma das maiores ( e poucas ) representantes Femininas do Gênero. Nancy atuava em Programas escritos por Chico ou contracenava com ele em outros. Trabalhavam juntos em ESTE NORTE É DE MORTE e VAI LEVANDO, ambos os Programas sempre nos Destaques Semanais das Revistas RADIOLÂNDIA e REVISTA DO RÁDIO.

Já no Campo Televisivo, Nancy passou a ter ainda Mais Notoriedade e Chico Anysio se Consagrou definitivamente. Em VOCÊ CONHECE CHICO ANYSIO ? ( Matéria da extinta Revista MANCHETE, de 1977, já Postada por este Blog >> https://www.memorial-chico-anysio.com.br/l/voce-conhece-chico-anysio-materia-na-manchete-1977/ ), Chico fez questão de expressar todo o Incentivo por parte de Nancy : " Nancy, minha Primeira Mulher, Arrancou de mim uma Insegurança Inarredável : ' Chico, você é o Melhor Redator de Humor que existe no Brasil. Largue dessa Covardia e Mãos á Obra ! ' "

Se Nancy foi incentivadora de Chico escrevendo Humorismo e acreditava no seu Potencial de ATOR, Rose Rondelli, por sua vez, foi quem " Empurrou " Chico Anysio para a sua Consagrada Carreira nos Palcos. Em sua Autobiografia de 1992, Chico relembrou : " Devo aqui um agradecimento a Rose Rondelli, com quem eu era casado na ocasião. Ela me deu uma força muito grande para que eu fizesse esse show. Como sou muito tímido, ela se prontificou a entrar comigo no palco nos primeiros shows, para me dar um apoio. Nos dois primeiros ela cantou três números no meio ( tempo que eu precisava para respirar e equilibrar a tremedeira ). Estreei no FLUMINENSE e o segundo show fiz no CLUBE NAVAL. Daí em diante a Rose não precisou mais ir. Fazíamos o show o Manoel da Conceição ( Mão de Vaca ) me acompanhando no violão e eu, contando as minhas estórias. " Na mesma Reportagem da extinta MANCHETE, já mencionada, Chico também enalteceu a importância de Rose : " Rose me fez entrar no Palco de Cara Limpa. Era a Explosão de uma Vontade que Eu Continha Medrosamente. E Ela entrou em Cena comigo várias Vezes. Nós sabíamos que com a Cara sem Retoques Eu poderia desenvolver um certo Potencial como Ator. E como isso foi Importante na minha Carreira ! "

Uma das características do Mestre Chico Anysio era o PERFECCIONISMO, uma busca Incessante de fazer o Seu Melhor ( E FAZIA ! ). Em uma Reportagem da Revista AMIGA, em 1981, Ele falou um pouco sobre esse Assunto : " Sou Ariano, então não tá nunca como Eu quero ! Tô sempre batalhando pra ficar melhor. Nunca nada saiu como Eu queria. E, Profissionalmente, absolutamente Nada ! Amo meus Tipos, sim, e tenho certeza que todos Eles são muito melhores do que aquilo que Você Vê. Eu nunca vi um Programa Meu que não me decepcionasse. E, várias vezes, perguntei a mim mesmo, como é que gostam ?.. ( .. ) ..Mas, quando vou lá, faço o melhor que posso. Eu sei que me Superexijo e acho até uma boa que não goste de nenhum, porque no dia que Eu gostar, não sei o que vai acontecer ! Na minha Opinião não faço outra coisa a não ser Errar. Ou andar perto do Acerto. E é aí que tá o Grilo.. (.. ) Eu tenho que caminhar um Passo a cada dia, e a cada dia preciso fazer uma coisa, não diria nunca feita, mas que nunca tenha feito. Aí sou Imediatista. Trabalho na Ideia até a Perfeição. Veja só, sou Perfeccionista e cheio de Pressa. É Contraditório, mas é Assim.. " Chico foi o maior Criador e Intérprete de Tipos do País, e em vários outros lugares e ocasiões declarou não existir Ator como Ele ! Chico sempre teve consciência de que era um MITO, ainda que não se sentisse Satisfeito com os resultados de seu Ofício.


Kerley Fernandes Salguero, ( fã, admiradora e idealizadora de conteúdo para projetos virtuais ) ( @salgkeke2 )