90 Anos de Chico Anysio - A REALIDADE DE UM MITO ( Parte 43 )

06/05/2021

Não somente a MÚSICA fazia parte da Vida de Chico. Chico Anysio tinha como um de seus Hobbies a FOTOGRAFIA. Durante os últimos anos da década de 50, Chico já tinha uma enorme coleção de Máquinas Fotográficas dispostas em sua Biblioteca, juntamente com seus Livros ( que até se tornou tema de Matéria na extinta revista INTERVALO ) e, anos depois, chegou a fazer Curso Fotográfico, passando a entender profundamente o assunto ( qual a melhor Luz, as melhores Poses, os melhores Ângulos.. ). FOTÓGRAFO, ainda que não profissionalmente, pode ser considerado um de seus vários Ofícios ao longo da Vida.

A Reportagem mencionada também trazia um pouco do processo de Trabalho do Mestre. " Enquanto olha a Biblioteca, dizendo que Nenhum Homem teria tempo de Ler todos os seus Livros, mesmo que não fizesse outra coisa na vida, Chico vai tendo ideias e, para que os demais as entendam, improvisa a Cena imaginada, calculando nos vários Sorrisos a Força do Personagem ", dizia a Matéria, publicada em 1963.

Antes, em 1962, a extinta Revista MANCHETE já havia publicado uma Reportagem Especial sobre Chico Anysio e seus Esquemas de Trabalho, sendo o CHICO ANÍSIO SHOW, na TV-RIO, o Maior Fenômeno Humorístico da Televisão naquele período. Um dos Trechos da Matéria Destacou : " Com impressionante independência, Chico costuma ridicularizar os mais temidos Figurões Nacionais, se estes não se soletram pela Cartilha POVO. Quando a CENSURA da TV ou a CENSURA da POLÍCIA Divergem da Sua CENSURA ÍNTIMA, Ele arranja um jeitinho de dizer as Coisas com palavras diferentes, mas que deixarão Tudo Claro aos Ouvintes. ÁS vezes, Fere sensibilidades sem querer. Foi o que aconteceu na Semana passada ao Parodiar O HINO NACIONAL DA FRANÇA, a Célebre MARSELHESA. O Embaixador Francês, irritado, fez um Protesto Oficial ao Artista.. (.. ) ..Em Média, Chico apresenta Dez Caracterizações por Programa. Com Voz RICA em TONALIDADES e possuindo uma DICÇÃO Naturalmente Perfeita, Chico constrói os seus Tipos no meio do Povo. Ouvidos e Olhos Atentos, guarda na memória Expressões e Cacoetes de pessoas que cruzam seu caminho Diário. Da Experiência tirou esta Lição : ' Quando alguém é parecido Fisionomicamente com Outro, seu Caráter também é mais ou menos do mesmo Calibre. Observo este Fenômeno desde os meus tempos de Ceará' ".

Intérprete de 23 Personagens naquela época, Chico ainda fez outras Revelações : " Uma vez na Pele Deles procuro ' senti-los ', como se fossem realmente Pessoas VIVAS. Dou-lhes o TOM PRÓPRIO, desde o Timbre de Voz aos gestos mais Discretos. É uma espécie de TRANSPOSIÇÃO PSÍQUICA - se isso existe - ou pelo menos uma Tentativa. Quando crio Novos Tipos, apresento-os ao Público quase de Improviso. Se os Ensaiasse antes de levá-los ao Vídeo, a Voz do CEL. LIMOEIRO, por exemplo, jamais seria ROUQUENHA. Ela exige de Mim um Esforço de Composição Sobre-Humano. Só Deus sabe quanto me custa Pronunciar aquele ' ALGUÉM ' ".

A mesma Reportagem também Destacou o Esquema de Chico Anysio em se MANTER NO AR, sendo a Televisão uma " Grande Assassina de Artistas, Liquidando-os em pouco tempo " : " Chico Anísio Aumenta o ROL de suas Criações de acordo com as suas Necessidades de Sobrevivência. A Questão é NÃO CANSAR A PLATÉIA. Quando sente que Um de seus Personagens está SATURANDO, coloca-o em QUARENTENA e Convoca OS RESERVAS.. "

Em 1968, a mesma Revista trouxe de Volta o Mestre do Humor e o MESMO TEMA como Assunto Central : " Ele vive dezenas de Tipos Diferentes, mas está PRESENTE em CADA UM DELES. E TODOS ELES estão PRESENTES nas RUAS " . Chico explicou : " Esta é Condição Básica para um Personagem Existir, pois ele só tem Verdade se puder Sofrer, Amar, Rir, Chorar, Enganar.. " Chico, 6 Anos depois da Reportagem anterior, já havia Aumentado sua Bagagem de Tipos de 23 para 35 : " Tenho 35 Personagens e acho que nenhum deles é de Mentira. Podem ser a Supercrítica, mas de alguma coisa que existe.. (.. ) ..Todos os Personagens que Eu faço baseiam-se em alguma pessoa que Eu Conheci.. "

Kerley Fernandes Salguero, ( fã, admiradora e idealizadora de conteúdo para projetos virtuais ) ( @memorialchicoanysio )