90 Anos de Chico Anysio - A REALIDADE DE UM MITO ( Parte 53 )

17/05/2021

A Última década de Vida de Chico Anysio ( de 2001 a 2011 ) foi basicamente Isso : os momentos Caóticos de SAÚDE, os vários problemas relacionados a DEPRESSÃO e a " Geladeira ", Desprestígio e Menosprezo de suas Funções e sua Importância dentro da TV GLOBO em tantos Anos. Depositava nas Apresentações de seus Shows, nos Projetos de seus Livros, nas exposições de seus Quadros e na Criação de seus Cavalos os momentos de DISTRAÇÃO. Sofria muito com a falta de Espaço na TV e dizia em vários lugares : " É Horrível receber sem Trabalhar. E é Horrível ficar sem ter o que fazer ! " Por isso mesmo a continuidade em fazer Shows, escrever Livros e Expor Quadros, inclusive como Fonte alternativa de Renda. "Nunca me Programei pensando que aquele meu Auge um dia poderia Acabar.. (.. ) ..Quem tem menos de 14 anos não sabe quem Eu Sou", declarou em 2009, na Edição 2.071 da Revista ISTO É, da editora 3, que trouxe uma Matéria do Jornalista Leonardo Attuch onde o MESTRE, após uma Frase Polêmica publicada por Ele mesmo em seu Antigo Twitter Pessoal, pela primeira vez, conversou sobre MORTE e as Hipóteses sobre Ela." Morrer é Dormir. Talvez, Sonhar.. (.. ) Não há Outra Vida. Morreu, Acabou." Chico também não poupou desabafos e, sem a Menor Modéstia ( Apenas Realismo ), foi ENFÁTICO : "Há Dois Tipos de Humor : o Engraçado, que EU FAZIA, e o SEM GRAÇA, que se Vê por aí." ( MATÉRIA COMPLETA já Postada por este Blog ! ).

Chico Anysio era Humilde Profissionalmente, mas sabia exatamente QUEM ELE ERA e a IMPORTÂNCIA DE SEU TRABALHO na ARTE NACIONAL. Extremamente Autocrítico ( como já Vimos nesta Retrospectiva ! ), procurava se Aprimorar SEMPRE. " Meu Humor Evoluiu em Tudo. Eu faço hoje uma Crítica Social dentro do permitido, ás vezes uma crítica até Política. Evoluiu no seu Conteúdo. Comparo um Script de hoje com outro de seis anos atrás, de oito ou mesmo de dois anos, e acho o atual muito melhor. Os Tipos são mais bem acabados, talvez mais caprichados. A Maquilagem é melhor, os recursos são maiores e melhores ", declarou em Julho de 1978, na entrevista concedida á extinta Revista Masculina ELE ELA, da Editora Bloch. Sua Consagração ao longo das décadas comprova a Importância da EXPERIÊNCIA, outro Aspecto que Chico Anysio sempre Defendia. Muito já se falou neste BLOG, em vários TEMAS, sobre o Humorismo e esse PARALELO entre o ANTIGO e o MODERNO. RENOVAR é Essencial. Fazer da EXPERIÊNCIA um Menosprezo por conta dessas Mudanças graduais.. Não é por aí ! E Chico era um profissional que sabia disso Perfeitamente ! O MODERNO não apaga o CLÁSSICO, nem o CLÁSSICO impede o MODERNO. E o MODERNO, vez por outra, tira proveito dos CLÁSSICOS. Humorismo é para fazer Rir, executado por quem quer que seja ou tratando do que é Velho ou Atual. Mas, muitos consideram o que é Antigo Ultrapassado, como se não coubesse no Esquema Atual. O Próprio Chico era defensor dessa TESE. Em sua Autobiografia, SOU FRANCISCO, de 1992, declarou : " Muita gente acha que utilizo os velhos comediantes simplesmente para os ajudar. Enganam-se. Utilizo-os muito mais por Esperteza. Eles me ensinam, sempre. Não há dia em que Eu não aprenda uma coisinha a mais com Eles. Creio que isso acontece com todos que os assistem sem o olhar de zombaria. Zombaria, sim, porque, infelizmente há os que veem nos Comediantes da antiga ' COISAS SUPERADAS '. Idiotas, os que pensam assim. A ESCOLINHA DO PROFESSOR RAYMUNDO é chamada por grande parte da Crítica de VELHARIA. Ridículos os Críticos que não aprenderam que um programa que apresenta Brandão Filho, Antônio Carlos, Grande Othelo, Zezé Macedo, Walter D'ávila, Nélia Paula, Jayme Filho, Mário Tupinambá, Berta Loran, Nádia Maria e outros desse padrão, não tem por que ser chamado de ' Velharia ' mas de ' Faculdade '. Nos Anos 90 ( Como já Visto nesta Retrospectiva ), Chico já era ALVO desses Assuntos de ANTIGO e MODERNO : " Começaram a me chamar de VELHO, como se Velhice fosse defeito, e a dizer que Eu estava SUPERADO - como se isso fosse verdade. " Todas essas conversas, críticas e rejeições fizeram parte dos vários motivos que o levaram a se mudar para o Exterior com a família, em 1997, e Recomeçar a Carreira por lá, como Roteirista. De volta ao Brasil, definitivamente em 1999, uma Trajetória Final que Todos já conhecem bem..

Muitos Anos ANTES, Chico já era considerado por alguns um ARTISTA SUPERADO. Ainda em sua Autobiografia relembrou uma Ocasião dentro da TV GLOBO, época em que havia Retornado á Emissora em 1971 ( após o breve afastamento pelos problemas Salariais, já Relatados neste Blog e Retrospectiva ! ). " Era 22 de Dezembro. Marquei com o Boni para o Dia 27, uma Segunda-feira, penso. Estavam na Sala, além do Boni, o Borjalo e o Augusto César Vanucci. Não falamos de Dinheiro. Falamos do Programa. O Boni achou que Eu devia voltar a fazer meus Personagens, porque era, de acordo com pesquisas, o que o Público preferia. Concordei.

Chico estava preparado para voltar a fazer o CHICO EM QUADRINHOS, mas se Surpreendeu ao Ouvir a Pergunta :

- E o Programa, como vai ser ?

Foi dessa forma que Chico idealizou CHICO CITY (Assunto já retratado ), todo preparado por Chico e Arnaud Rodrigues. Mas, no livro, Chico fez questão de acrescentar sobre Daniel Filho : " Não quero esquecer um Fato acontecido neste dia 27 de Dezembro. No final da nossa Conversa, o Daniel Filho entrou na sala e abriu os Braços pra Mim :

- Chico !

- Oh, Daniel, Eu estou triste com Você. Você vive dizendo por aí que Eu " JÁ ERA ", que Eu " JÁ DEI O QUE TINHA QUE DAR ", que Eu já Acabei. Fiquei Triste.

- Quem disse a Você que Eu Falei Isso ?

O Augusto César Vanucci levantou e disse com a Maior Segurança :

- Eu.

Não fiquei aborrecido pelo Daniel ter dito esta FRASE. Apenas acho que Ele a Pronunciou com pelo menos 30 ANOS DE ANTECEDÊNCIA. "

Kerley Fernandes Salguero, ( fã, admiradora e idealizadora de conteúdo para projetos virtuais ) ( @memorialchicoanysio )