90 Anos de Chico Anysio - A REALIDADE DE UM MITO ( Parte 69 )

03/06/2021

Com o próprio Pai, Sr. Francisco Anízio de Oliveira Paula, até que Chico Anysio se dava bem. Considerava o Pai um HUMORISTA NATO, daqueles que fazia qualquer pessoa em volta RIR com um simples Comentário de algum Assunto ou Piada Pronta. Apesar disso, não Herdou a veia Cômica de seu Pai. Era um Garoto Tímido, que se tornou um Homem extremamente Sério e Introspectivo, como ele mesmo Dizia, Incapaz de contar uma Piada ou fazer Graça numa roda de Amigos, Desenvolvendo sua Vertente Humorística conforme a Habilidade em Imitar Pessoas e fazer Vozes e optar pelo Caminho do " Aquele que faz Vários ", fazendo o ATO DO RISO se encaixar e Acontecer Conforme as Encenações/Diálogos, porém, sem Obrigatoriedade, já que acreditava no HUMOR REFLEXIVO e Defendia a TESE de que : " O Humor pode ser TUDO, até Engraçado. " Dizia ter Aprendido TUDO sobre HUMOR e seus ESQUEMAS através de Haroldo Barbosa :

" Não se começa a escrever uma Cena sem que se saiba o Desfecho, Humor escreve-se do Fim para o Começo. A Cena acaba assim.. e, ao saber como a Cena acaba, ela começa a ser escrita. Uma das coisas que mais me aborrecem, até hoje, é receber de um Autor de Humor uma Cena que, muitas vezes, é Engraçadíssima no seu decorrer e.. não tem um bom Final. "

" Quando há um Comediante na Cena, tudo que ele disser, se não puder ser engraçado, tem que ser, no mínimo, ' diferente ', nunca uma frase Neutra. "

Ao longo dos Anos, no que se Refere a PALCO, fazendo Inúmeras Apresentações de seus Shows pelo País, percebeu Algo que explicava em vários Lugares : " RITMO é mais Importante do que a GRAÇA. Todo mundo suporta um Texto tremendamente Ritmado e sem graça, mas não aguenta um negócio que se Arrasta. " Sobre Televisão, era ENFÁTICO : NÃO REPETIR CENA ( Segundo Ele, no HUMOR quanto mais Repetida a Cena, mais ela vai piorando, com o risco de até perder a Graça, ao contrário do DRAMA, em que, quanto mais a Cena é Regravada, mais ela vai melhorando, se aperfeiçoando ).

Quem trabalha com HUMOR sabe o quanto POPULARIDADE é um Fator CRUCIAL. Seja pelo Visual, pelos Trejeitos ou pela Linguagem, Personagens se tornam sucesso de Audiência, passam a ser foco na Mídia e, com o passar do tempo, podem se tornar até CLÁSSICOS ( Assunto já Retratado neste Blog em >> https://www.memorial-chico-anysio.com.br/l/humor-e-popularidade/ ).

Chico Anysio, em todas as Fases de sua Carreira, teve Personagens que se tornaram rapidamente Populares, e outros, de tão Populares, acabaram se tornando CLÁSSICOS. PROF° RAIMUNDO, desde os tempos do Rádio, se tornou Popular, e a trajetória na TV trouxe a Consagração do Personagem ( o Preferido de Chico ), tanto quanto da ESCOLINHA DO PROF° RAIMUNDO, até hoje um dos maiores Clássicos do Humor na TV Brasileira. PANTALEÃO e suas Mentiras foram a Base do início de CHICO CITY, assim como SALOMÉ foi a grande Estrela nos últimos anos de exibição do Programa. BAIANO, muito mais que Líder de audiência na TV, acabou se tornando Líder em VENDAS, quando saiu das Telas para o Mercado Fonográfico com o Grupo BAIANO E NOVOS CAETANOS. PAINHO, criado em 1982, teve Popularidade tão rápida que, na época, ganhou até CAPA e Matéria Especial na Revista ISTO É. Assim como A Rabugice de POPÓ, a " Beleza " de SILVA, a Ingenuidade de SANTELMO, a falta de escrúpulos de JUSTO VERÍSSIMO, o " Talento " de COALHADA, a " Presunção " do " Galã " ALBERTO ROBERTO.. Chico ainda soube como ninguém se estender Humoristicamente na LITERATURA e nos NEGÓCIOS.

Chico Anysio soube impregnar seu estilo Peculiar de fazer Humor no Ramo Literário, sem se deixar Prender pelo Humorismo o tempo todo. Quando Chico escreveu seu primeiro Livro, O BATIZADO DA VACA, lançado em 1972, algumas pessoas se surpreenderam, assim como O ENTERRO DO ANÃO, lançado no ano seguinte. Ao contrário do que se esperava, Chico apresentou Contos, vários deles de conteúdo Trágico ( nenhum outro Aspecto mais Presente na Comédia do que Isto ! ). Porém, quem esperava RISOS e mais RISOS, estranhou um pouco. Depois do Sucesso de vendas de É MENTIRA, TERTA ?, também de 1973, inspirado no Clássico Personagem PANTALEÃO e suas histórias Inacreditáveis, A CURVA DO CALOMBO, de 1974, voltou a surpreender. Um misto de Seriedade e Comicidade, pouca gente Sacou na época a Capacidade de Chico escrever Seriamente e ser Enfático através da Satirização. Esse Aspecto ficou muito claro quando, em 1995, escreveu O ANALISTA, abordando de maneira Cômica a PSICANÁLISE e os Traços do Comportamento Humano. " O Livro de Chico Anysio é Bifactual. Une as Polaridades da extrema Hilariedade pela Forma e da séria Gravidade pelo Conteúdo. ", escreveu o Psiquiatra Marcos Gebara, um dos Profissionais convidados a darem seus Pareceres a respeito do Livro de Chico, lançado em 1996.

Nos NEGÓCIOS, Chico investiu sua Figura Pública. HUMOR, assim como MÚSICA, é um dos Setores Artísticos mais Rentáveis ! E isso se estende a Publicidade e Comercialização de Produtos. Chico Anysio, Pioneiro na divulgação das Sandálias HAVAIANAS, fabricadas pelas Alpargatas, em quase 5 décadas fazendo Comerciais para a Marca, não somente Emprestou sua Imagem a Diversas Campanhas Publicitárias ( Vejam ou Revejam em >> https://www.memorial-chico-anysio.com.br/l/chico-anysio-e-a-publicidade/</p> ), mas também já foi Empresário.

Como já Recapitulado nesta Retrospectiva, em Meados dos Anos 80, Chico investiu SEU NOME em LICENCIAMENTOS de Diversos Produtos. A CHICO CITY PROMOÇÕES viabilizava a Comercialização desses Artigos através da Figura dos Personagens de Sucesso do Mestre. O Diretor Abel Zambom, responsável pela Firma, na época liberou a Imagem de Chico Anysio a 20 fabricantes dos mais diversos Setores, como Toalhas, Camisetas, Copos Plásticos, Bonecos, Roupas.. As Marcas SULFABRIL ( extinta Marca de Malhas e Camisetas ), TEKA ( Setor de Cama, Mesa e Banho ) e COPAG ( Marca Pioneira em Baralho e Jogos de Carta ) foram as que mais faturaram com os Licenciamentos, alcançando 1 Bilhão de Cruzeiros !

A Imagem Pública de Chico, anos Antes, já havia rendido a Comercialização de alguns Produtos e outros Projetos, como Cadernos Escolares, Revistas Ilustrativas e Revistas em Quadrinhos. O HUMOR também foi Fator Essencial para que Chico Anysio ingressasse no Mercado Fonográfico, seja com o Grupo BAIANO E OS NOVOS CAETANOS ou nos Diversos LP'S referentes a SHOWS e/ou Personagens/Programas de TV.

Chico era um doa maiores Defensores da PUBLICIDADE : "  O Comercial é uma Benção Divina. Ele dá um bom Dinheiro e não queima a Imagem ( dependendo do produto anunciado ).. (.. ) ..É um Belo e Agradável dinheiro Alternativo. " Inteligente e Sagaz, Chico sempre soube da FORÇA de sua IMAGEM, que rendeu incontáveis Parcerias ao Longo de sua Trajetória, e ( obviamente ! ), LUCRO !

Kerley Fernandes Salguero, ( fã, admiradora e idealizadora de conteúdo para projetos virtuais ) ( @semprefrancisco )