90 Anos de Chico Anysio - A REALIDADE DE UM MITO ( Parte 12 )

03/04/2021

Em 1987, Chico Anysio apareceu com o Personagem PAULO BRASILIS ( Sátira ao Jornalista Paulo Francis ) em uma das Cenas de TANGA - DEU NO THE NEW YORK TIMES, Filme do Diretor Henfil com Produção de Denis Carvalho. Enquanto isso, CHICO É DO CASSETE, LP lançado pela BARCLAY, com Produção e Textos de Arnaud Rodrigues, trazia vários Personagens. Um dos Discos mais Surpreendentes de Chico, que divide Opiniões por causa do conteúdo totalmente SEM CENSURA e recheado de PALAVRÕES. Há quem considere Divertidíssimo. Outros, PESADO DEMAIS e longe de toda a Criatividade e Brilhantismo do Mestre.

Em 1988 lançou o Conto A BORBOLETA CINZENTA, um Livreto Ilustrativo para Crianças. Nos Palcos, surgiu OITAVO NA PENEIRA, Nome inspirado em um Baião de Luiz Gonzaga. Posteriormente vieram NÓ NO SHOW e OU DÁ OU DÉCIMO.

Apesar das polêmicas entre Chico e TV GLOBO, escolheu Permanecer na emissora. Em 1989, CHICO ANÍSIO SHOW prosseguiu sem grandes novidades ( a não ser a Mudança do Cenário/Camarim e alguns quadros ). A Grande novidade mesmo ficou por conta da Participação de Chico na Novela QUE REI SOU EU ?, de Cassiano Gabus Mendes. Novidade que não chegou a SER VISTA. A Presença de Chico Anysio como o Personagem Taj Nahal foi VETADA pela Justiça. Taj Nahal seria um farsante que aplicaria um Golpe Financeiro no Reino de Avilan. Por ter sido inspirado em Naji Nahas, um investidor paulista que na época virou Notícia por seus escândalos financeiros na Bolsa de Valores e por responder Inquérito por Estelionato, a Participação de Chico na Novela NUNCA FOI AO AR. O Advogado de Naji entrou com processo contra a TV GLOBO, impedindo a exibição do Personagem Satírico.

1990 Marcou o FIM do Humorístico CHICO ANYSIO SHOW, que, em contrapartida, deu Início a outro Fenômeno do Humor na Televisão : A ESCOLINHA DO PROFº RAIMUNDO. Ideia extraída de um dos quadros de maior Sucesso dentro do CHICO ANYSIO SHOW, acabou se tornando um Programa Efetivo. CHICO ANYSIO SHOW Saiu do Ar em 2 de Agosto de 1990, e, dois Dias Depois, Estreava a ESCOLINHA, Considerado por muitos O CLÁSSICO DOS CLÁSSICOS entre os Programas de Humor da TV Brasileira. Misturando Veteranos da comédia com Novos Comediantes, foi sucesso absoluto em todas as suas Temporadas. Das noites de Sábado passou para as tardes da GLOBO, se tornando Diário, atingindo e conquistando o público de todas as faixas etárias.

A ESCOLINHA DO PROFESSOR RAYMUNDO ( durante muito tempo escrito com Y ) foi criada por Haroldo Barbosa ( 1915 -1979 ), um dos mais importantes Radialistas e Humoristas da história do RÁDIO e da TV. Foi em 1952, transmitida pela rádio MAYRINK VEIGA que a ESCOLINHA se tornou um Sucesso, sendo um Quadro dentro do Programa A CIDADE SE DIVERTE.

Chegou á TV em 1957 como um quadro dentro do programa  NOITES CARIOCAS, da TV-RIO. Durante 38 anos, a Escolinha foi um quadro comandado por Chico Anysio em diversos programas Humorísticos, em formato de SABATINA, com poucos Alunos. Ganhou notoriedade durante as temporadas de CHICO CITY e foi também um dos Destaques do Humorístico BALANÇA, MAS NÃO CAI, pela TV GLOBO. Mas, a Popularidade televisiva só veio mesmo em 1988, quando se tornou um dos quadros FIXOS do CHICO ANYSIO SHOW. Um dos maiores Atrativos do Programa, fez com que Chico Anysio tivesse a ideia de torna-lo um PROGRAMA PRÓPRIO. De acordo com o Site MEMÓRIA GLOBO, Chico encontrou certa Resistência por parte de José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni. Aproveitando as férias de 40 dias do Chefe, Chico preparou e Gravou Seis Episódios, que foram Exibidos sem o Conhecimento de Boni. Quando Boni retornou, a ESCOLINHA já era um Sucesso. Boni não só se Entusiasmou com o Programa como decidiu que, para além das noites de Sábado, ele passaria a ser Diário ( de Segunda a Sexta ), nas Tardes da GLOBO.

Com Textos e Redação Final de Eduardo Sidney, Direção de Cininha de Paula, Cassiano Filho e Paulo Ghelli e Direção Geral de Cininha, a ESCOLINHA teve 6 Temporadas ( além de ter sido Quadro dentro do ZORRA TOTAL de 1999 a 2000 e ganhado nova Versão em 2001 ) e se tornou O MAIOR CLÁSSICO DO HUMOR DA TELEVISÃO de Todos os Tempos.

Em sua Autobiografia, SOU FRANCISCO, de 1992, Chico Relembra o PERSONAGEM e o CLÁSSICO que Consagraram sua Carreira :

" Haroldo Barbosa foi o Criador do Professor Raymundo. Os dois mais importantes programas da MAYRINK VEIGA eram do Haroldo : VAI-DA-VALSA e A CIDADE SE DIVERTE, ás quartas. O quadro do Professor Raymundo encerrava a CIDADE.. (.. ) Haroldo me deu o Direito de Utilizar o Personagem Onde e Como quisesse. Não consigo lembrar em quantos programas Ele entrou. Sempre foi o maior Sucesso de qualquer programa do qual fizesse parte. Não podia ser diferente na GLOBO, quando Ele entrou para o BALANÇA, MAS NÃO CAI. Lúcio Mauro era o Diretor. Não me lembro quais os alunos do Professor no BALANÇA, mas talvez consiga lembrar de quantos foram lançados por Ele na Televisão. Mussum, Ary Leite, Castrinho, Lug de Paula, Tom Cavalcanti, Pedro Bismarck, Zilda Cardoso.. sei lá. No começo, o quadro era uma Sabatina. O Professor chamava os Alunos Um a Um e os sabatinava após mandar tirar o Ponto. Foi aí que o MUSSUM começou esse seu modo de falar :

- Tire o Ponto

- ( Ele tirava ) Matemátis

- O quê ?

- Aritmétis

- Sobre o que gostaria de falar ?

- Raíz Quadradís

Até hoje esse linguajar do Mussum funciona nos TRAPALHÕES.

Foi no CHICO CITY, por volta de 1974, que o Professor Raimundo deixou de ser uma Sabatina e passou a ser uma Aula. Funcionou ainda melhor. Ali eu podia usar os Antigos Comediantes que já não tinham possibilidade de segurar um Esquete inteiro. Duas falas para cada um e estava tudo resolvido. Muita gente já desesperançada de conseguir qualquer coisa na profissão teve renascido o prazer de fazer rir. Foi com o Professor Raymundo o último trabalho do Jararaca, do Martim Francisco e, mais recentemente, do Olney Cazarré. De todos tenho muita saudade e Ótimas recordações.. "

Durante o Ano de 1990, Chico dirigiu o Show de Estreia do humorista João Kleber, HUMOR PRA VALER. No mesmo Ano Chico foi o Diretor do Espetáculo COM LICENÇA, ESTOU CHEGANDO, o primeiro da Carreira de seu Filho André Lucas, onde, além de Roteirista do próprio Show, imitava vários Personagens de Chico, Políticos e outras Figuras Públicas.

Em 1991, paralelamente ao trabalho na ESCOLINHA, cria ESTADOS ANYSIOS DE CHICO CITY, Humorístico de Conotação POLÍTICA, um Sucesso em seu Início, mas que, por culpa do Público, sofreu declínio, conseguindo se recuperar depois de Reformulado e Modificado ( Assunto já abordado no BLOG MEMORIAL CHICO ANYSIO ! ).

Chico jogou fora os cinco programas já gravados, e começou os trabalhos de REGRAVAÇÃO de TUDO : " Quase cheguei á exaustão. Cancelei dezenas de shows e consegui dias extras para dar tempo de gravar o necessário. Fiz voltar o Alberto Roberto e outros personagens que estavam fora do programa.. .. O Ibope começou a reagir.. ..O último do ano deu 46 pontos.. ..o que prova que consertei o erro.. A inclusão do kenny Rocha, um personagem country que criei com a valiosíssima colaboração do Carlos Manga, ajudou muito na reta final do ano. "

Em Novembro de 1991, Chico já havia iniciado um relacionamento com a ministra Zélia Cardoso, fato que, além de ter mexido com a imprensa e com a opinião pública, ( somado ao desgaste do trabalho ) tornou a conotação política e a permanência do programa no Ar desnecessárias. O Programa saiu do Ar em 11/12 daquele mesmo ano.

Ainda em 1991, Acumulou outras Funções, sendo Supervisor de Criação do Programa OS TRAPALHÕES e Criador do Especial XUPERSTAR, um Especial Humorístico protagonizado por Xuxa Meneghel.


Kerley Fernandes Salguero, ( fã, admiradora e idealizadora de conteúdo para projetos virtuais ) ( @salgkeke2 ).