BAÚ DE MEMÓRIAS - CHICO ANYSIO NA REVISTA VEJA - PARTE 2

15/01/2021

A Revista VEJA, a mais Importante da Editora Abril e a de maior Sucesso e Relevância ao longo das Décadas, já faz muito tempo foi perdendo Prestígio e Credibilidade. Apesar disso, foi uma das poucas Revistas que permaneceram no CAST da Abril ( que em Agosto extinguiu mais de 8 TÍTULOS e promoveu DEMISSÕES EM MASSA ). Voltada a assuntos de Política, Cultura e Comportamento, era Competidora com a extinta MANCHETE, da Editora Bloch, do mesmo Segmento. Surgida em 1968, a VEJA permanece até hoje, envolta em polêmicas e FAKE NEWS. Porém, essa Característica não é Atual. O MISTO de Jornalismo e OPINIÃO já causou grandes problemas e já fez Vários Nomes ( Artísticos e do Poder Público ) serem Noticiados ou FOCO de Reportagens de maneira Deturpada. Durante diversas vezes, Chico Anysio foi ALVO dessa Característica da Revista. Por vezes Criticado, também teve algumas Matérias e Entrevistas Relevantes publicadas de forma Imparcial.

Eis a Segunda Parte de TODOS os Destaques/Passagens de Chico Anysio pela Revista, ao longo das Décadas, de 1969 até 2012.

Após algumas MENÇÕES e IMAGENS na Revista, eis a PRIMEIRA ENTREVISTA de Chico Anysio para a VEJA, em Novembro de 1969, publicada em seu Famoso Espaço de PÁGINAS AMARELAS.

CRÕNICA do Humorista, Cartunista, Dramaturgo, Escritor e Jornalista Millôr Fernandes, ANALISANDO Chico Anysio, publicada pela VEJA em Junho de 1970.

Reportagens em 1972, sobre a Ausência temporária de Chico na TV GLOBO ( que havia sido Despedido por falta de Capital suficiente da emissora para o pagamento de seu Salário  ) e sobre a CARÊNCIA DE HUMOR no Brasil, onde a grande preocupação de Chico foi tomando Proporções ao longo das Décadas : " De quem Meus Netos vão Rir ? "

Em sua Coluna na Revista, em 1982, o Jornalista e Crítico Artur Xexéu comparou Chico Anysio com Jô Soares e Afirmou que, naquele período, Chico era o MELHOR.

A Estreia da TVQCV, dentro do CHICO ANYSIO SHOW, foi Destaque no Espaço sobre TELEVISÃO, em Maio de 1985.

Reportagens sobre os Programas Humorísticos da TV GLOBO, em Maio de 1987 e Outubro de 1988. A VEJA, de maneira Maldosa, incluiu o CHICO ANYSIO SHOW nos Moldes APELATIVOS e de PALAVRÕES de TV PIRATA e VEJA O GORDO. Comparado com os outros Dois, não havia uma Similaridade ou Semelhança Significativa. 

As Queixas de Chico Anysio contra a TV GLOBO, após os Desentendimentos com José Bonifácio de Oliveira Sobrinho ( o Boni ) e o Diretor Daniel Filho, que VETARAM a Prosseguimento da Série GRUPO ESCOLACHO, em Março de 1989. Tempos depois, Chico acabou permanecendo na Emissora, renovando seu Contrato. Acabou se tornando " Vítima " da própria Revista, que usou suas próprias Declarações de maneira Deturpada para ATACÁ-LO/CRITICÁ-LO.

O Casamento ( Informal ) de Chico com Zélia Cardoso de Mello, em Dezembro de 1991. Durante aquele Ano, Chico já havia sido Mencionado em mais de 20 Reportagens sobre Política e outras incontáveis Análises/Crônicas sobre o mesmo Assunto. Tudo por causa de seu Romance com a ex-Ministra. Deturpadamente, SEU NOME acabava envolvido com as Atitudes Políticas dela ( Sobretudo depois de ter sido convidada a Participar da ESCOLINHA, se " Redimindo " das Situações causadas por suas Decisões ). Ás vezes,  Zélia, na Revista, em algumas Reportagens era Mencionada SATIRICAMENTE como " A Atual Senhora Chico Anysio.. ". POLÊMICAS PROPOSITAIS e SENSACIONALSIMO PURO !!

Mencionado pela Revista como o " Fernando Pessoa " do Humor, Chico foi retratado como SALOMÉ, em seu RETRONO ao ZORRA TOTAL, em 2011, após Longo período ( quase Cinco Meses ) de Internação. SALOMÉ dentro do ZORRA foi o ÚLTIMO TRABALHO de Chico Anysio na TV antes de ser Internado novamente e Falecer, em Março de 2012.

Kerley Fernandes Salguero, ( fã, admiradora e idealizadora de conteúdo para projetos virtuais ) ( @salgsincerity ).