Chico Anysio - A Paixão por Cavalos

29/11/2020

A Paixão de Chico Anysio por Cavalos começou ainda criança, aos 6 anos de idade, quando, ainda no Ceará, acompanhava o Pai no Hipódromo e aprendeu a gostar dos Puro-Sangues, animais Dóceis, Inteligentes e de Beleza incomum, como Ele mesmo os definia. Fundador do STUD CHICO CITY durante a década de 70, teve cavalos com o treinador Roberto Morgado e com o filho deste, Eulógio. O afastamento de Chico do Turfe, segundo Ele, se deu por causa de dois Casamentos.

Foi por volta de 1975 que Chico começou a desenvolver suas APOSTAS no TURFE e deu início a CONSOLIDAÇÃO de sua Criação de Cavalos. " Meu Esporte agora é o Turfe. Mas não jogo um Tostão nos meus Cavalos. Quando um Deles ganha, é o meu grande Prêmio. Quando perde, Eu fico em casa, não tenho Prejuízo. ", contou á extinta Revista FATOS E FOTOS, da editora Bloch, em 1976. " Os ' Cavalinhos ' chegaram á minha vida quando um amigo me ofereceu um Animal muito barato. Comprei. Hoje estou com um Haras pequeno : os técnicos já disseram que lá só cabem 10 Cavalos, 10 Potros, melhor dizendo. Mas o STUD CHICO CITY já tem 22 Cavalos correndo com a camisa laranja e o boné preto. PANDOLÉ foi o primeiro. Deu Sorte, e deu Certo. Talvez porque, a pedido do Padrinho Haroldo Barbosa, eu tenha mudado a Cor da Farda. "


Acima, Páginas de uma Matéria Especial do Jornal O GLOBO, de Agosto de 1975, onde Chico contou sobre sua Criação de Cavalos. Posteriormente, FOTOS de Família nos Anos 70, época em que era Casado com a Atriz Alcione Mazzeo, Mãe de seu Filho Bruno. FOTOS do Acervo Pessoal Dela, gentilmente cedidos para o Blog !

Chico Anysio só Retomou sua Paixão pelo TURFE quase 30 anos depois.

Em 2002, ao Jornal O GLOBO, época em que retornou com sua Criação de Cavalos, contou : " Tive dois casamentos com Mulheres que não gostavam de Cavalos ( Regina Chaves e Zélia Cardoso de Mello ). Aí não teve jeito. Juntando isso ao meu Ritmo de trabalho, fui obrigado a me afastar. "

Na Reportagem, Chico contou que o responsável por sua Volta ao Turfe foi o advogado Antônio Landim Quintella. Aos 71 anos, e com Ritmo de trabalho forçadamente reduzido por conta do " Descaso " da TV GLOBO, que pouco o aproveitava em sua Programação, Chico declarou na ocasião que o Turfe era sua Única Diversão, gastando o tempo restante apenas com Shows pelo país e projetos como Livros e Exposições de Quadros.

Entre o STUD CHICO CITY II, em Sociedade com o Filho Nizo Neto e o ELIANÍZIO, com seu irmão, eram quase 50 cavalos alojados em duas cocheiras. As poucas horas ao lado dos animais revitalizavam sua Energia : " Voltar ao Turfe foi importante, pois adoro Conversar com eles. Ninguém me convence que os cavalos não entendem o que a gente diz. A gente dá Carinho a eles e eles sempre retribuem. "

Para Chico Anysio, as pessoas não faziam ideia da Emoção que era ganhar uma corrida. " Não tem Nada a Ver com Jogo ou Prêmio. É muito difícil explicar o que se sente quando um Cavalo de sua propriedade cruza o disco na Frente. Quem nunca teve um Cavalo de corrida, não pode entender. A Sensação de ganhar um PÁREO é Incrível. Só quem já teve a Oportunidade de passar por isso é que Sabe. "

Na época, Chico chegou a sugerir que outros famosos se interessassem por Cavalos : " Jô Soares, Xuxa, Marlene Mattos, a Angélica e o Faustão deveriam comprar Cavalos de corrida. Além de experimentarem uma Sensação Nova, atrairiam um monte de gente boa para o Turfe do Rio de Janeiro. "

Em 2002, mesma época em que retornou ao Turfe, Chico planejava uma Campanha para tentar a substituição do asfalto das Vilas Hípicas e do caminho do Prado por terra. Segundo Ele, os riscos seriam imensamente menores para os Cavalos : " No asfalto, as ferraduras se desgastam e os Cavalos ficam mais expostos a Lesões. O Ambiente deveria ser totalmente favorável aos Corredores. Afinal, são eles os Donos do Espetáculo ".

Ao lado de Fábio Nossar, também proprietário de Cavalos, Chico Anysio criou a empresa TROTE EMPREENDIMENTOS que estava em negociações com o JOCKEY CLUB BRASILEIRO para a Introdução de duas Modalidades de Aposta : " Haverá uma Campanha Nacional e um trabalho sério e bem desenvolvido e uma oportunidade para se ganhar muito Dinheiro, o que certamente trará sangue novo para o Turfe do Rio ", declarou Chico.

Para Chico Anysio, a Renovação era necessária : " Acho que as mesmas pessoas que estão lá, são as mesmas de décadas passadas. O Turfe precisa também de gente nova, interessada, empolgada e ativa. O Turfe precisa ser Redescoberto, e rapidamente. "

Assim que voltou a ter Cavalos, Chico os manteve no Centro de Treinamento do HARAS VERDE E PRETO, em Teresópolis, com o treinador Cosme Morgado Netto. O responsável pelos cerca de 50 Corredores dos STUD CHICO CITY II e ELIANÍZIO, no Hipódromo carioca, era o treinador Marcos Ferreira, escolhido por Chico por indicação de vários Amigos. " Decidi pelo fato de só ter ouvido falar bem dele. É um Profissional Correto e que gosta de Cavalos ".

Há pouco tempo, houveram especulações midiáticas de que a Paixão de Chico Anysio por Cavalos era como uma espécie de " Vício " que acabou prejudicando seu " Status Financeiro " ( especulações provenientes de Polêmicas em torno de Assuntos Particulares que, infelizmente, acabaram expostos de forma Sensacionalista, se tornando um ' Prato Cheio ' aos Veículos de Comunicação - na realidade, uma Desimportancia, uma vez que qualquer pessoa, famosa ou não, tem o Direito de fazer com suas Finanças o que bem entende, assim como seus Hobbies particulares e o Grau de assiduidade Neles, também não importam ).

Há quem afirme que Chico teria abandonado completamente o Turfe por influência de sua última Esposa, que, alguns meses antes do falecimento de Chico, havia se tornado Vegetariana e Defensora das Causas Animais ( Afirmação sem Base Sólida ).


Kerley Fernandes Salguero, ( fã, admiradora e idealizadora de conteúdo para projetos virtuais ) ( @salgsincerity ).