Chico Anysio - Destaque em Revistas

30/08/2019

Chico Anysio sempre esteve EM FOCO na Mídia, sobretudo no Mercado Editorial. Desde a Década de 50, nos tempos do Rádio, até seus últimos anos de Vida. Com uma Carreira Brilhante, além do Prestígio como Humorista, seus múltiplos Ofícios paralelos sempre foram Assunto e, sua própria personalidade AUTÊNTICA, e, várias vezes POLÊMICA, rendeu Incontáveis Reportagens e Entrevistas, muitas delas MEMORÁVEIS ! 

Não há como contabilizar a quantidade de Reportagens, Entrevistas e  Aparições do Mestre em Notas e Notícias em todos os Veículos Impressos do Brasil. Se houvesse uma estimativa, talvez passaria dos 3.000 ( somando Revistas, Jornais e algumas Campanhas Publicitárias com Chico veiculadas em ambos ).

Como Pesquisadora e Colecionadora, meu ACERVO sobre Chico Anysio na IMPRENSA ( sem Somar Jornais, apenas Revistas ) Atingiu o Número de 667 Páginas.

No que se Refere a CAPAS ou chamadas de CAPA, publico Hoje neste Blog uma RETROSPECTIVA RESUMIDA sobre Chico em DESTAQUE nas Revistas. Com exceção da VEJA da editora Abril, e da CARAS, todas as outras são MARCAS já EXTINTAS do Mercado Editorial. 

AVISO a possíveis interessados : Algumas Revistas POSTADAS Aqui tenho Somente a CAPA, outras CAPA + MATÉRIA. O Material Apresentado Aqui não Representa a TOTALIDADE de Chico Anysio em CAPAS e/ou chamadas de CAPA.



A Primeira Edição da revista INTERVALO no Mercado Editorial, em Janeiro de 1963, já destacava Chico Anysio, com direito a Suplemento ( que trazia Chico como LIMOEIRO e a atriz Zélia Hoffman ). O Sucesso de Chico, já na ERA DA TELEVISÃO, rendeu um Espaço Exclusivo do Mestre dentro da REVISTA, chamado CHICO ANÍSIO RESPONDE, Assunto inclusive já Abordado por este Blog >> https://memorial-chico-anysio4.webnode.com/l/chico-anysio-na-revista-intervalo/

Em 1968, na Edição 317 da Revista, o próprio Chico assinou uma Matéria, fazendo um Breve Resumo Autobiográfico !

No início dos anos 70 o cantor Sílvio César ( famoso pela Composição de PRA VOCÊ, Canção Regravada por mais de 20 nomes Importantes da música brasileira, incluindo Roberto Carlos e Gal Costa ), estreou uma coluna como repórter na Revista, chamada AS ENTREVISTAS ÍNTIMAS DE SÍLVIO CÉSAR. Chico Anysio foi um dos artistas entrevistados, na edição 409, onde, diferentemente do assunto TRABALHO, o tema abordado durante toda a entrevista foi AMOR. 


Outras Chamadas de Chico nas Capas de INTERVALO 

Foi Destaque na Edição 264 da Revista CINELÂNDIA, em 1963, no Auge do Sucesso de CHICO ANÍSIO SHOW, pela TV-RIO.

Foram inúmeras Aparições em Revistas Diversas, principalmente durante a década de 70. Com Alcione Mazzeo em Edição especial da revista AMIGA ( AMIGA - CASA DOS ARTISTAS, em Agosto de 1978 ). Na Edição 223 da revista MELODIAS, em 1976. Edições 180 e 287 da revista ROMÂNTICA. Na Edição 2880 da revista SELEÇÕES, já na Década de 2000. E na Edição 572 da revista FATOS E FOTOS, em 1972.


A Extinta Revista AMIGA - TV TUDO, da editora Bloch, competidora Direta em Vendas com a também extinta CONTIGO !, da editora Abril, foi a Revista de Televisão e Celebridades que mais deu FOCO ao mestre Chico Anysio, desde 1970. Meu Acervo Pessoal sobre Chico na Revista consta 91 Páginas, sejam matérias, Fotos ou Notas/Notícias. No que diz Respeito a MANCHETES DE CAPA, Chico apareceu diversas vezes.

Edições 235,1116, 1410, 1367, 393, 1399, 788, 1024, 989, 1117, 43, 366 , 986, 1356 e 985


Em 1975, Chico Anysio Conquistou 3 CAPAS Importantes em 3 Publicações diferentes ( CONTIGO !, FATOS E FOTOS e VEJA ). Em 1979 estampou a Capa da revista MANCHETE como SALOMÉ. Dez anos antes, apareceu na Capa da VEJA com Grande Otelo e Jô Soares. Em 1982, na ISTO É, quando PAINHO, criado naquele ano, Conquistou o País. Outras revistas, de outros Estilos,  destacaram Chico em CHAMADAS DE CAPA. Em 1991 esteve na revista DESFILE e em 1978 concedeu entrevista á REVISTA Masculina ELE ELA, ambas da editora Bloch. 

PÔSTERES de Chico em 1975, presente aos Leitores nas Revistas ILUSÃO e CONTIGO


De Conteúdo mais AMPLO, a extinta Revista MANCHETE, da editora Bloch, trazia Reportagens sobre Atualidades do Brasil e do Mundo, falava sobre Política, e trazia Matérias com as mais diversas Personalidades da Música e da Televisão. Chico Anysio foi um dos artistas Recordistas de Aparições na Revista desde o ano de 1962 até a extinção da revista no ano 2000. 

Edição 1370, em 1978 

Foram cerca de 68 Matérias com Chico Anysio durante toda a trajetória da Revista, lançada em 1952, e que passou a FOCAR em Chico diversas vezes, a partir de 1962 até o ano 2000. Entre as Matérias/Entrevistas MAIS MARCANTES de Chico na Publicação, estão as Históricas AS PREOCUPAÇÕES DE UM HUMORISTA, escrita por Carlos Lacerda e CHICO ANÍSIO NO PAREDÃO, de Creston Portilho, ambas publicadas em 1970. 

Ainda sobre a Revista MANCHETE, entre os anos de 1991 e 1992, a MARCA Explorou de Todos os Modos o Polêmico Romance de Chico com a ex- ministra Zélia Cardoso de Mello. O Casal foi Recordista de Capas e Matérias na Publicação desde o início do Relacionamento até o Casamento e Nascimento dos filhos.

Edições 2068, 2069, 2084, 2095 e 2077


Além da AMIGA e da MANCHETE, a revista CARAS foi a MARCA que mais trouxe CHAMADAS e MATÉRIAS com Chico Anysio.


Em Março de 2012 as Revistas ISTO É - GENTE, da editora 3, CONTIGO! , da Abril  e QUEM, da editora Globo, dedicaram EDIÇÕES ESPECIAIS sobre A VIDA, A CARREIRA e A DESPEDIDA DO MESTRE.

Kerley Fernandes Salguero, ( fã, admiradora, pesquisadora e idealizadora de conteúdo para projetos virtuais )