Chico Anysio na revista INTERVALO

19/04/2019

A primeira Edição da revista INTERVALO no mercado editorial, em Janeiro de 1963, já destacava Chico Anysio, com direito a Suplemento. 

Chico Anysio com a atriz Zélia Hoffman no Suplemento da primeira edição da revista.

A extinta revista INTERVALO, lançada em 1963 pela Editora Abril, era sucesso absoluto durante a década de 60, retratando o universo televisivo. No início dos anos 70, com o surgimento de outras revistas similares, foi enfraquecendo em vendas, até sair de circulação em 1972. Em 1963, começando no mercado editorial, decidiu destacar os artistas mais populares da época, e Chico Anysio, no auge do sucesso, além de ter estado na CAPA diversas vezes, manteve um espaço particular dentro da revista, chamado CHICO ANÍSIO RESPONDE, onde os leitores mandavam as mais variadas perguntas, que eram respondidas por Chico e semanalmente publicadas. Aqui, uma seleção delas, relembrando a coluna e também todo o humor, inteligência e sagacidade do Mestre :

 
- Leitora : Quem você considera seu pior inimigo ? 
- Chico : Inimigo é uma palavra que me inibe, pois não costumo contar com muitos. Mas vou te responder. Acho que o maior é um televisor enguiçado no dia de transmissão do programa que se quer ver, estou certo ?

- Leitor : Qual seu drink preferido ? 
- Chico : As receitas do Qüem-Qüem são sempre boas pedidas. Experimente.

- Leitor : Você tem medo de viajar de avião ?
- Chico : Tenho medo de me sentir solto no ar, sim. A única coisa que faz a gente esquecer a altura é a aeromoça.

- Leitor : Qual é melhor coisa que uma pessoa pode ter ? 
- Chico : Liberdade ( acompanhada de alguns acessórios )..

- Leitora : Como consegue mudar sua voz, número após número de seu programa ? 
- Chico : É a prática, Ana. Antes eu ensaio bem cada tipo de voz. Depois é só ' ligar ' : voz n° 1, voz n° 2, etc. e tal.. Isso não é nada. O pior é quando quero ' ligar ' a minha própria voz e não acho.

- Leitora : Qual o defeito alheio que mais lhe irrita ? 
- Chico : Um defeito só não me irrita, mas dois não aguento : o egoísmo e a maledicência.

- Leitora : Qual o segredo do sucesso do coronel Limoeiro ? 
- Chico : Tratando-se do coronel Limoeiro, não há segredos. Ele diverte porque fala as verdades sem rodeios. Experimente o ' método ' e verá.

- Leitor : Qual é a experiência mais chata da sua vida ? 
- Chico : Responder ás perguntas chatas.

- Leitora ( chamada Maybe Goldrin ) : O que faria, estando em uma ilha, só, com uma bela mulher, e de lá não pudesse mais sair ? 
- Chico : Por falar em Charles ( personagem ) , ele mandou perguntar se o seu nome é ' maybe ' ( talvez ) ou é Maybe mesmo.. Mas, voltando para a ilha, vou lhe dizer o que faria o Zé Tamborim : fazia um samba. O Charles fazia uma partida de golfe. O Bim-Bim fazia uma reforma agrária. O Tantã usava a mulher de jangada para sair dali. O Canarinho sairia nadando a 100 por hora, para não ser alcançado por ela. Eu idem, antes que minha mulher aparecesse..

- Leitora : - Tem preferência por algum jornal paulistano ? " 
- Chico : Bem, aqui no ESTADO DE SÃO PAULO, leio qualquer FOLHA, desde que traga notícias de ÚLTIMA HORA.

- Leitora : O que é mais bonito num casal ? Trabalhando com mulheres lindas, pode manter-se fiel á esposa ? 
- Chico : O mais bonito num casal é a compreensão e a confiança mútua. Isto responde ás duas perguntas, não ? Quanto á outra que você fez, costumo estar ( em carne e osso ), na TV- RIO, canal 13.

- Leitora : Alguma vez em sua vida já escreveu poesia ? 
- Chico : Todo mundo escreve pelo menos uma poesia, por excesso de alegria ou de tristeza. O chato é que a gente, sempre que escreve poesia, mostra para outra pessoa e esta imediatamente nos presenteia com um livro do melhor poeta. Isso já aconteceu com você ?

- Leitora : Por que a atriz Sandra Sodré não tem trabalhado nos seus ' shows' ?
- Chico : Tem sim, Maria Sônia. Deve ter acontecido o seguinte: toda vez que você saía da sala para abrir a porta ou beber água, a Sandrinha entrava em cena, e quando você entrava de novo na sala, ela saía do Vídeo.

- Leitor : Como o senhor troca de roupa e maquilagem tão depressa no seu ' Chico Anísio Show ' ? 
- Chico : Bem, o "bídeo-tape " ajuda a gente a fazer essas " vrincadeiras ", não só vrincadeiras, mas tambãi truques, pois, pois..

Nem só a descontração fazia parte da coluna. Algumas vezes, o papo era Sério !

Nas respostas, Chico procurava ser sempre direto e sincero, muitas vezes misturando inteligência, sagacidade e bom humor

Kerley Fernandes Salguero, ( fã, admiradora, pesquisadora e idealizadora de conteúdo para projetos virtuais )