Fique por Dentro - A Equipe de Redatores da ESCOLINHA

21/03/2021

A ESCOLINHA DO PROPFESSOR RAIMUNDO, considerado por muitos o CLÁSSICO DOS CLÁSSICOS dos Programas Humorísticos Televisivos, Sucesso de Audiência que Perdura há mais de 10 Anos ININTERRUPTOS nas REPRISES MÚLTIPLAS do CANAL VIVA, contava com um TIME de PROFISSIONAIS que se Esforçavam e se Desdobravam para trazer todo o HUMOR e BRILHANTISMO daquele ELENCO DE PESO somado a tantos outros Talentos promissores que com o passar dos Anos também acabaram se tornando ÍCONES DA COMÉDIA.

Desde que a ESCOLINHA passou a ser um Programa PRÓPRIO em 1990, ganhando em poucos Meses EXIBIÇÃO DIÁRIA para além das Noites de Sábado, passou a ter uma Equipe de 22 Redatores, muitos deles Criadores de Personagens para além dos Textos.

Em 1993, a ESCOLINHA tinha 48 ALUNOS e os redatores entregavam Textos para a Gravação de 10 ESCOLINHAS por Semana. Embora os 22 escrevessem para TODOS, numa espécie de " Rodízio " Proposital para buscar Caminhos diferentes, alguns tinham preferência por suas próprias Criações.

ROLANDO LERO, Eternizado por Rogério Cardoso, era quase sempre escrito por Jorge Sampaio, enquanto SEU BONECO ( Lug de Paula ), outro ÍCONE da Turma, era de responsabilidade de Arnaud Rodrigues. Antônio Dias fazia os Textos de JOÃO CANABRAVA para o então Iniciante Tom Cavalcanti, enquanto ARMANDO VOLTA, interpretado por David Pinheiro era o Aluno Predileto da Equipe Toda, que se revezava em seus Textos.

NANI, famoso Redator que ajudou na Trajetória de Sucesso dos Quadros do CHICO ANYSIO SHOW pela GLOBO, passou a ser Colaborador da ESCOLINHA, responsável pelos Personagens de Nádia Maria e Antônio Pedro, enquanto Zamagna escrevia as Falas de JOSELINO Barbacena ( Antônio Carlos Pires ), Ghiaroni ( Fiel Escudeiro de Chico Anysio durante Anos e seu Amigo Pessoal ) escrevia para BALTAZAR DA ROCHA ( Walter D'Ávila ) e Elisa Palatinick para o MAURÍCIO DAS DORES ( Carvalinho ).

Quem escrevia para SANDOVAL QUARESMA, Personagem de Brandão Filho, era o seu próprio filho, Geraldo Brandão. Ainda em família, Afonso Brandão, irmão de Brandão Filho, escrevia os Textos do Aluno " Puxa-Saco " BATISTA ( Eliezer Mota ) .

MÁRIO TUPINAMBÁ escrevia para ELE MESMO, na pele de BERTOLDO BRECHA. O mesmo acontecia com Orival Pessini, criando as próprias falas de PATROPI.

Eduardo Sidney era o Coordenador de Toda a Equipe de Redatores, assim como também Controlava as Encenações do PROFESSOR RAIMUNDO, dando Apoio a Chico Anysio através de um Ponto Eletrônico. A Equipe se reunia apenas Uma vez por Ano e depois os Redatores mandavam os Textos encomendados., quase a " QUILO ", como Eduardo chegou a declarar ao JORNAL DO BRASIL. " Eu peço a cada um, por exemplo, que mande duas CACILDAS, três ROLANDOS e quatro BATISTAS. Depois leio, o Chico faz algumas Anotações, se necessário, e aí eu faço a frequência. Em geral, São 10 Alunos com Textos por Aula, fora os que Ocupam os 15 lugares restantes. E ainda tem os Roteiristas Joaquim de Camilis, Rosângela, o Jomba e o Marcelo Rosa que arrumam Tudo Isso para que os Alunos não se Repitam ", contou ao Jornal em 1993.

Chico e Eduardo Sidney, Coordenador da Equipe e Redator Final, em 1993, no JORNAL DO BRASIL.

Chico Anysio fazia questão de Ressaltar a Importância desses Profissionais, do trabalho Anônimo " Daqueles que nunca vão ser Reconhecidos na rua. " " Os Redatores trabalham durante muitas horas, com uma responsabilidade até exagerada, para que os Atores cheguem Aqui e encontrem Tudo Pronto. E o pior é que quanto Melhor eles trabalham, mais os Atores Aparecem e eles continuam longe desse Reconhecimento, mas a gente sempre vai querer que eles continuem escrevendo ", afirmava Chico, que dava Liberdade Total ao Grupo na Criação. " Aqui todo mundo escreve o que quer. Se estiver Bom, entra, senão, Sai. Mas pode Tentar á vontade, não existe VETO da minha parte. "

As possíveis CENSURAS partiam da própria Direção da GLOBO, quando os Redatores exageravam nos Textos com conteúdos " Picantes ", considerados impróprios para um Horário ( Vespertino ) em que a grande maioria do Público em frente á TV era Composto por CRIANÇAS. " O Boni controlava os Textos do GAUCHÃO ( Ivon Cury ) e SEU PERU ( Orlando Drummond ). Os Diálogos estavam muito flagrantes, sem graça até, e muito vulneráveis á Censura e Críticas. O SEU PERU, com o passar do tempo, foi ficando mais Refinado ", declarou Eduardo Sidney na época.


Cláudia Jimenez ( CASSILDA ) e Mário Tupinambá ( BERTOLDO BRECHA ) com parte dos Principais REDATORES da ESCOLINHA, entre eles Arnaud Rodrigues ( no Topo ), Afonso Brandão ( irmão de Brandão Filho ), Antônio Dias, Nani, Elisa Palatinick e Luíz Carlos Góes ( abraçado a Cláudia ).


Kerley Fernandes Salguero, ( fã, admiradora e idealizadora de conteúdo para projetos virtuais ) ( @salgkeke2 ).