Humor e Competição

19/02/2020

Em toda Profissão existe Competição ( ás vezes, até mesmo Rivalidade ! ). No ramo Humorístico nunca foi ( e nem É ), diferente. O Mestre Chico Anysio, considerado por muitos o MAIOR e MELHOR de todos os Humoristas Brasileiros, era totalmente AVESSO a Competições e, na contramão da FAMA e do PRESTÍGIO, exercia seu Ofício na maior Humildade e Dignidade. 

Kerley Fernandes Salguero, ( fã, admiradora, pesquisadora e idealizadora de conteúdo para projetos virtuais )  

Foi numa Peça Teatral no final da Década de 40, que Chico Anysio descobriu o Valor de NÃO COMPETIR COM NINGUÉM. Um Episódio relatado por Chico em sua Autobiografia de 1992, sobre uma Paródia de Edgard G. Alves para HAMLET, de Shakespeare, OMELETE, onde Chico, em certa ocasião foi substituto do Humorista Chocolate no Papel de LAERTES : " Batista Rodrigues era Hamlet, Chocolate o Laertes e Grande Othelo era Ofélia (..).. ..Substituí o Batista no cinema São Luiz e fiz Laertes no lugar do Chocolate no Fluminense (.. ) (.. ) Na Cena de morte do Laertes, no São Luiz, Chocolate, antes de cair, dera vários Pulinhos e fizera Trejeitos Engraçadíssimos. Quando chegou a hora de morrer no Fluminense, e aí o Laertes era Eu, preparei-me para fazer o que Chocolate fizera. Nunca vou esquecer o olhar do Othelo, me 'pedindo' para não fazer o mesmo. Entendi aquele olhar e o Agradeço até hoje. Fazer o que Chocolate fizera o obrigaria a fazer mais ainda (.. ) Othelo quis me Poupar. Pediu que eu lhe evitasse a Obrigação de me Vencer. Aprendi muito com aquele olhar do Othelo, aprendi que não se deve Competir quando se faz o mesmo trabalho.. Desde esse Dia, sempre torci a favor de todos os programas de Humor. Dar certo para um pode significar dar certo para Todos, ou, quando pouco, para Muitos. Nada pode ser Pior para os Comediantes, em geral, do que o Fracasso de um Colega. Sempre desejo que a Audiência de Todos, mesmo o de outras emissoras, Cresça. Uma boa Audiência geral garante um número maior de empregos, amplia o campo de trabalho, gera o aumento de Salários. A Competição deve haver, mas não pode deixar de ser ' Branca '. Mais importante do que muitos me Preferirem é Ninguém me Detestar ! Cabemos Todos no mesmo Barco, portanto é Lógico que não nos empurremos para a Água. "

Chico, em algumas Ocasiões, chegou a Impressionar as Pessoas, seja com CONSELHOS ou ATITUDES. Em determinado Período dos Anos 60, quando Ronald Golias, FENÔMENO da época devido ao Humorístico FAMÍLIA TRAPO, foi diminuindo sua Habitual Popularidade, ouviu de Chico : " Não Exagera ! Não Apela ! Não adianta Apelar ! Este Ano, não tem jeito. Este Ano é do Renato ( se referindo ao humorista Renato Côrte Real, outro ÍCONE ETERNO da Comédia Nacional ! ). Já nos Anos 90, Vencedor de 25 TROFÉUS IMPRENSA ao Longo da Carreira, em uma das Premiações, chegou a ABDICAR do TROFÉU. Apesar das Indicações do Público e da Votação dos Jurados, ABRIU MÃO do PRÊMIO para Carlos Alberto de Nóbrega, justificando que o Programa Humorístico de seu Amigo, A PRAÇA É NOSSA, naquele período, havia sido Muito Melhor que o Dele e Merecia o Troféu.

Quando este Espaço do BLOG abordou AS 10 LIÇÕES BÁSICAS DO MESTRE ( Vejam ou Revejam em >>https://www.memorial-chico-anysio.com.br/l/as-10-licoes-basicas-do-mestre/), o Lance da COMPETIÇÃO foi Fator Importante entre Elas.

Chico Anysio não foi apenas MODELO DE CONDUTA Profissional, mas também Exemplo de HUMILDADE e REALISMO : " No meu Trabalho Eu nunca lutei para ser o Primeiro ou o Melhor, ou o Preferido. Minha Luta sempre foi para ser UM DELES , entende ? Manter a Cabeça fora da água é mais Importante para Mim do que Vencer a Travessia e morrer Afogado na Seguinte. Houve épocas em que fui o Primeiro e outras em que fui o Oitavo. Ótimo nas duas Ocasiões ! Só há lugar para UM no primeiro Lugar do Pódio ! O Importante é que, quando não houver Espaço nem no quinto lugar do Pódio, mantenhamos a Dignidade fora Dele ! "