Humor e Criação

06/11/2019

Chico Anysio, dentre suas Centenas de Frases Famosas, dizia : " Fazer Humor é como Escrever : ou é Fácil ou é Impossível ". Ou seja, ou você Consegue fazer ou não Consegue ! E tudo vai depender dos fatores envolvidos : Inspiração, Observação, Vontade, Esforço Pessoal, Talento, Vocação ( ainda que estes dois últimos tenham significados diferentes e nem sempre andem JUNTOS ! ). Nos tempos de Rádio, em todas as emissoras pelas quais passou, Chico escrevia Programas de Humor em uma quantidade EXORBITANTE, e isso continuou quando foi para a Televisão, com a inclusão de pensar em Caracterizações de Personagens e Interpretá-los !!


Kerley Fernandes Salguero, ( fã, admiradora, pesquisadora e idealizadora de conteúdo para projetos virtuais )


Detentor de 209 Personagens ( há quem Garanta que sejam 212, e recentes pesquisas minhas de Reportagens e Entrevistas antigas somadas a coisas que já Li, podem tentar comprovar que, talvez, seja até um pouquinho mais ), Chico Anysio nunca Aparentou ter qualquer tipo de dificuldade ou problema na hora de CRIAR. Em 1987, ao Jornal O ESTADO DE SÃO PAULO, declarou : " Não tem Fórmula, nem Formato. Eles nascem da necessidade, da espontaneidade, da inspiração, do visual, de uma coisa que você me conte. " Questionado pela atriz Bruna Lombardi no extinto programa GENTE DE EXPRESSÃO, que ela comandava pela TV BANDEIRANTES em 1992, Chico REPETIU a Declaração.

Chico, apesar de um Cérebro Fervilhante e extremamente Criativo, na televisão, sempre contou com Parceiros e Colaboradores. Nos Bastidores dos seus Programas de TV, Chico participava do processo de Criação, se reunindo com uma equipe de redatores para decidir os detalhes de caracterização dos Personagens e os Diálogos. Em 1991, em matéria Especial sobre sua Vida Artística, publicada pela extinta Revista AMIGA, contou : " Eu participo do processo de criação, dou palpite, mas não entendo tanto de maquiagem. Quero fazer o Bexiga, mas tem que ter um olho triste, então pega o cílio e põe ao contrário, aí o olho fica pra baixo.. " A partir da década de 80, passou a ser o Supervisor de Criação de todos os seus Programas pela TV GLOBO.

Eu, particularmente, acredito que um Humorista, seja dentro da Função de AUTOR ou INTÉRPRETE, ou AMBOS, se não tiver uma mistura BEM DOSADA dos Fatores mencionados lá no início deste Texto, as coisas não Funcionam direito, ou simplesmente podem não Funcionar ! Acredito que não adianta ter um pouco de algumas coisas, sem ter outras, ou MAIS de uma coisa e MENOS de outra.

ORGANIZAÇÃO também considero Importante ! Em 1979, questionado pelo Repórter Iron Godinho em entrevista para a extinta Revista ROMÂNTICA, o que Chico criava primeiro, se era o FÍSICO ou a PERSONALIDADE, o Mestre respondeu : " Primeiro a Personalidade, o tipo em Si. Depois vem a parte física : a roupa, o bigode, os óculos, se for o caso. Aí faço a adaptação da voz e o jeitão do Personagem, que é a última etapa da Criação. "