Humor Político

20/11/2019

Chico Anysio, ao longo da Carreira, dizia que seu trabalho no Humor fazia CRÍTICA SOCIAL. Alguns repórteres chegaram a Contestar essa afirmativa, dizendo se tratar de HUMOR POLÍTICO. Chico se debruçava sobre os mais diversos aspectos do Comportamento Humano em Geral, mas isso, em boa parte, incluía a área POLÍTICA, principalmente como forma de DENÚNCIA ou ALERTA. 

Kerley Fernandes Salguero, ( fã, admiradora, pesquisadora e idealizadora de conteúdo para projetos virtuais )

A Direção/Administração de ESTADOS ou NAÇÕES está diretamente ATRELADA ao âmbito SOCIAL. Quando comecei a estudar SOCIOLOGIA na Faculdade ( era uma das disciplinas do Curso de ADMINISTRAÇÃO ), em 2005, passei a entender melhor essa Ligação POLÍTICO-SOCIAL. O Estudo da Sociologia mostra o Conteúdo Conceitual da reflexão sociológica, mas também passa pela demonstração dos problemas e processos Sociais ( como Mobilidade e Desigualdade ).

Certa Vez o Mestre, em entrevista ao Jornal O ESTADO DE SÃO PAULO, declarou : " Qualquer coisa relativa á arte nasce nos momentos mais difíceis.. (.. ) Você não conhece um grande humorista suíço. A Suíça faz Relógio e Chocolate e é Feliz. A Felicidade não produz Gênios.. (.. ) O Mundo está muito Feio. O Brasil mais Feio ainda. " (.. ) " Política é uma brincadeira, uma coisa que não se leva á sério. " Eis que a Repórter Pergunta : " Nem com Humor não dá para falar ? " Chico respondeu : " Não vou estragar meu Humor com isso ! "

Já o Trabalho Humorístico de Chico, em Si, tinha ( e Muito ! ) O Aspecto POLÍTICO Inserido. SALOMÉ, em plena época de Ditadura Militar ( apesar de ter sido idealizada em um período de ABERTURA ) ficou Eternizada por sua Satirização Política e seus " Telefonemas " ao Presidente João Baptista Figueiredo.

JUSTO VERÍSSIMO, um de seus Personagens Clássicos, se consagrou na TV mostrando a Verdade NUA E CRUA do comportamento dos Líderes do Poder. Nasceu de uma conversa com o cantor Agnaldo Timóteo, á época Eleito Deputado pelo Rio de Janeiro. Agnaldo contou a Chico o Espanto que sofreu em observar o DESCASO dos Políticos na Câmara em relação ao País. Chico somou o conteúdo dessa Conversa com outra história que o cantor Alceu Valença havia lhe contado anos antes : Um político nordestino que, depois de eleito, passou a ter ' Horror aos Pobres '. 

ESTADOS ANYSIOS DE CHICO CITY, de 1991, havia sido criado com o propósito de Satirizar a Política e retratar de maneira cômica a Situação do País em pleno Governo Collor. JUSTO VERÍSSIMO, eleito Presidente, e JOÃO NINGUÉM DA SILVA, mendigo que costumava invadir a sede da prefeitura para usar o telefone e conversar com alguma Figura Importante da Política ou Celebridade, foram os principais Destaques desse âmbito Político, que não conseguiu se sustentar dentro do Programa por rejeição do Público ( assunto já tratado há tempos Aqui neste Blog >> https://www.memorial-chico-anysio.com.br/l/chico-anysio-18-anos-da-estreia-de-estados-anysios-de-chico-city-post-em-construcao/ ). 

Na Verdade, Chico Anysio usava as questões Políticas como forma de fazer CRÍTICA SOCIAL, para além de todos os outros aspectos de Comportamento Humano retratados em Personagens, ainda que a POLÍTICA propriamente dita, não fosse um assunto do seu agrado. De modo geral, Política foi e sempre será um Material e tanto a ser explorado pelos Humoristas e programas de Humor.