O Feminismo no Trabalho de Chico Anysio

09/03/2021

Apesar de considerado por muitos um Homem " Machista " e das Declarações Polêmicas sobre o movimento Feminista ao Longo das Décadas ( Veja ou Reveja Postagens neste Blog em >> https://www.memorial-chico-anysio.com.br/l/chico-anysio-na-revista-desfile-setembro-de-1991-parte-2/ e em >> https://www.memorial-chico-anysio.com.br/l/chico-anysio-entrevistado-pela-revista-ele-ela-1978-conversa-na-integra/ ), Chico Anysio tinha o FEMINISMO como PAUTA de vários de seus quadros/esquetes nos Programas de TV. Assuntos vivenciados pela maioria das pessoas de modo Corriqueiro, faziam as pessoas RIREM, porém " Acordarem " para os ALERTAS. Caso de CALHEIROS, o Pai que permitia o filho Homem FAZER O QUE QUISESSE e a filha PROIBIDA DE TUDO. Longe do FEMINISMO de Hoje, tão proliferado ( e até certo ponto, EXACERBADO, o que tira O FOCO DO OBJETIVO e tende a torná-lo ANTIPATIZADO por alguns ), já tentava discutir esse comportamento Típico em várias Famílias. NAZARENO, o marido que paquerava a Empregada e humilhava a Esposa ( propositalmente Horrorosa ! ), atualmente, seria alvo de IRA das FEMINISTAS ( a Esposa Feia tratada como " Lixo " e o Assédio a " Empregada Gostosona " ). Essa " Humilhação ", antigamente, Divertia as pessoas, mas apontava Justamente o Lado " Cafajeste " dos Maridos.


VALENTINO era um dos Pontos Altos do CHICO ANÍSIO SHOW em 1960, pela TV-RIO, ao lado de LOLITA. Lolita ( interpretada pela Atriz Mara di Carlo ) era a garota mais velha que se insinuava para o menino Valentino, cujo bordão : " Eu sou criança.. Eu não sou de nada.. ". Na época, Chico contou : " Já existia um quadro semelhante em São Paulo, mas era o Garoto que queria conquistar a Balzaquiana. O humorismo, porém, ficava muito pesado, assim, resolvi criar o Valentino e a Lolita, que podem divertir o público sem criar embaraços. " O Sucesso do Quadro era tanto, que chegou a ganhar Capa de Revista ( RADIOLÂNDIA, em 1960 ) além de Matéria Especial com Chico e Mara. VELENTINO foi Resgatado anos depois, em 1996, na segunda Versão de CHICO TOTAL, desta vez com Lolita sendo interpretada pela Atriz Gisele Fraga.


SUDÊNIO era um Nordestino traumatizado pela SECA. Não podia ouvir Nomes que remetessem ás lembranças da Caatinga ou algo que o Ameaçasse, que logo dava SURRAS na Esposa, ás vezes até mesmo na frente das Pessoas, pedindo humildemente desculpas quando voltava a Si : " Cê me perdoa, Toinha ? " Logicamente que as Cenas não eram Verdadeiras, onde a Atriz era substituída por uma BONECA DE PANO e só Reaparecia após a SIMULAÇÃO das SURRAS. O Quadro Alertava indiretamente tanto sobre os ABUSOS de VIOLÊNCIA contra a Mulher, como também a Submissão e TOLICE das Mulheres que perdoavam seus Maridos. Hoje, com todas as Evoluções Femininas e as Leis de Proteção a Mulher, este Personagem seria INCONCEBÍVEL. Mas, vale ressaltar que, apesar dos Alertas, das Evoluções e Legislações, as Mulheres em sua grande Maioria continuam sofrendo ABUSOS FÍSICOS e também PSICOLÓGICOS. As Estatísticas são Estarrecedoras, mais ainda depois da Pandemia de COVID -19 e seus desdobramentos. 

CALHEIROS era o Pai que PERMITIA TUDO ao Filho ERASMO ( Nizo Neto ) e PROIBIA TUDO a Filha WANDERLÉA ( Carla Daniel ). O Gaúcho MACHÃO retornou em 1991 em EACC ( Estados Anysios de Chico City ), tendo a Atriz Liane Maya ( Foto ) como substituta de Carla, interpretando a Personagem. 

Chico Anysio, na Realidade, não era um Homem necessariamente MACHISTA. Era um Homem CONSERVADOR. Sabia Respeitar as Mulheres, não se Comportava "  como um CHAUVINISTA ", como Ele mesmo declarava em várias entrevistas, questionava Comportamentos IGUALITÁRIOS, achava a ETERNA DISPUTA ENTRE SEXOS algo que não levaria a lugar algum ( Ironicamente essas Disputas perduram até Hoje, mesmo com Todos os Avanços ! ) e tinha uma Visão REALISTA em determinados Aspectos, como as Questões entre Casais e as Concessões entre Homem e Mulher. Chico Anysio na TV trouxe muito das Questões Importantes relacionadas á MULHER ( ainda que muitas vezes de forma SATÍRICA, como no Engraçadíssimo Quadro O MUNDO É DAS MULHERES em CHICO TOTAL, em 1996 ), e como ELE MESMO, provocava DISCORDÂNCIAS, mas provocava também DEBATE e REFLEXÕES.

Kerley Fernandes Salguero, ( fã, admiradora e idealizadora de conteúdo para projetos virtuais ) ( @salgkeke2 ).