VOCÊ CONHECE CHICO ANYSIO ? - PARTE 13

09/08/2021

Se por um Lado Chico RECUSOU a Proposta, por outro teve várias de suas Propostas RECUSADAS pela TV GLOBO. Chico Tentou por diversas vezes ( sem Sucesso ) apresentar Projetos á TV GLOBO. Um Deles era uma Novela escrita por Ele e seu irmão mais Velho, voltada para o Público da Terceira Idade, que iria ao Ar antes de MALHAÇÃO. A Ideia, como tantas outras de Chico, foram rejeitadas pela emissora.

A Última década de Vida de Chico Anysio ( de 2001 a 2011 ) foi basicamente Isso : os momentos Caóticos de SAÚDE, os vários problemas relacionados a DEPRESSÃO e a " Geladeira ", Desprestígio e Menosprezo de suas Funções e sua Importância dentro da TV GLOBO em tantos Anos. Depositava nas Apresentações de seus Shows, nos Projetos de seus Livros, nas exposições de seus Quadros e na Criação de seus Cavalos os momentos de DISTRAÇÃO. Sofria muito com a falta de Espaço na TV e dizia em vários lugares : " É Horrível receber sem Trabalhar. E é Horrível ficar sem ter o que fazer ! " Por isso mesmo a continuidade em fazer Shows, escrever Livros e Expor Quadros, inclusive como Fonte alternativa de Renda. "Nunca me Programei pensando que aquele meu Auge um dia poderia Acabar.. (.. ) ..Quem tem menos de 14 anos não sabe quem Eu Sou", declarou em 2009, na Edição 2.071 da Revista ISTO É, da editora 3, que trouxe uma Matéria do Jornalista Leonardo Attuch onde o MESTRE, após uma Frase Polêmica publicada por Ele mesmo em seu Antigo Twitter Pessoal, pela primeira vez, conversou sobre MORTE e as Hipóteses sobre Ela." Morrer é Dormir. Talvez, Sonhar.. (.. ) Não há Outra Vida. Morreu, Acabou." Chico também não poupou desabafos e, sem a Menor Modéstia ( Apenas Realismo ), foi ENFÁTICO : "Há Dois Tipos de Humor : o Engraçado, que EU FAZIA, e o SEM GRAÇA, que se Vê por aí." ( MATÉRIA COMPLETA já Postada por este Blog ! ).

Chico Anysio, sempre INCANSÁVEL, sofreu muito com a QUEDA DE PRODUTIVIDADE. Chico tinha uma NQUIETAÇÃO de Sempre fazer MAIS e MAIS ! Não bastasse a Vontade de descobrir outras Áreas e o Estímulo Profissional Interno que o fez Ingressar em tantos Ofícios Diferentes, Chico era Adepto do ACÚMULO DE TRABALHO e PRODUÇÃO.


Seja pela COMPULSÃO ( para Chico Anysio, trabalhar era como Respirar ! ), seja pelo AMOR ( Chico sentia Prazer em tudo que fazia ! ), seja pela NECESSIDADE ( casado várias vezes, Pai de muitos filhos, divórcios e pensões nas costas, responsabilidades pessoais e ainda, o apoio financeiro a vários amigos e colegas de profissão em situações difíceis ou de fragilidade ), o maior Gênio da Cultura Nacional fazia questão de estar SEMPRE Trabalhando ! Ao ponto de, com o passar dos anos, se habituar a dormir apenas Cinco Horas por noite e, se possível, emendar uma atividade na outra sem descanso.

Apesar de muitos Médicos e até Cientistas defenderem que LONGAS HORAS DE SONO ( de Sete a Oito Horas por Noite ) são Saudáveis e Essenciais ao Desempenho e Produtividade do Trabalho, Chico contrariava essa TESE. E, ironicamente, era EXTREMAMENTE PRODUTIVO, mesmo optando por dormir de Quatro a Cinco horas por Noite. Chico passou a Aderir a essa Rotina de Sono a partir de meados da década de 80. " Quando era mais Jovem, dormia até Oito horas por noite. Me mexia tanto que até a Cama saía do lugar ", contou brincando em uma Reportagem, em 2003. Naquele período, aos 72 Anos, levava uma vida tranquila e produtiva, apesar da Privação do Sono. Costumava ir para a Cama por volta de 1 e meia da Madrugada e levantar ás 6 da Manhã. " Meu Sono é tão profundo, que acordo na mesma Posição em que dormi. (.. ) .. Nem preciso de Despertador para Acordar. " Chico aproveitava para Assistir a Filmes em TV A CABO enquanto o resto da Casa Dormia. " Decidi ficar menos na Cama para aproveitar melhor o tempo.. (.. ) Antes, eu também trabalhava á noite, mas parei. Agora só trabalho de Dia. "

A Multiplicidade profissional de Chico Anysio chegou a ser TEMA de uma das Famosas Crônicas do Jornalista, Escritor, Professor e Político Artur da Távola, ( falecido em 2008 ) para o Jornal O GLOBO, PARA MIM CHICO ANÍSIO É UM GÊNIO, publicada em Agosto de 1977.

Chico Anysio parecia mesmo não se importar em ser como uma " Máquina ". Se não estivesse nos Estúdios de TV gravando ( ou gravando em externas ), estava nos Palcos. Se não estivesse nos Palcos, estava comprometido com Programas de Rádio ou compromissos profissionais com veículos de imprensa, ou aproveitando a Agenda Livre Escrevendo.. Amigos mais chegados de Chico diziam que Ele aproveitava até os minutos antes de Sair para Jantar ( ou algum evento ) para escrever ESQUETES para seus Programas ( nesses minutos, chegava a escrever 18 ! ). Quando viajava com seus Espetáculos, aproveitava a estadia nos Hotéis e passava o período da tarde escrevendo Livros, antes do horário dos Shows. Se privava do Sono sem problemas. Começou dormindo Sete, depois Seis, até que se acostumou a dormir apenas Cinco horas por Noite, aproveitando as Manhãs para Pintar seus Quadros.

Chico não se acomodou nem mesmo quando sofreu uma ESTAFA em 1994, que chegou inclusive a virar Reportagem pela extinta revista AMIGA - TV TUDO. Chico ficou três dias seguidos sem dormir, viajando pelo Brasil de Ponta a Ponta. O Cansaço o obrigou a passar uma semana " de molho " em casa por recomendação do médico Guilherme Azevedo Ribeiro. " Foi uma semana atípica. Em três dias, consegui dormir apenas Uma Hora e Meia. Fui a Porto Alegre, Maceió e Curitiba, participei de uma reunião do PAPA-TUDO, no Rio, e ainda tive que ir pro Maracanã fazer comentário de futebol. Foi a primeira e última vez que abusei assim. Na Segunda-feira, eu simplesmente não conseguia me levantar da cama ", relatou Chico na reportagem. Naquela época, Chico tinha 63 anos de idade e uma carga de responsabilidade gigantesca : precisava garantir uma média de 26 episódios gravados da ESCOLINHA DO PROFESSOR RAIMUNDO e, tendo se tornado artista plástico, pintava em torno de 24 quadros por mês. Fazia quatro shows por semana, era comentarista esportivo na RÁDIO NACIONAL, liderava projetos e dirigia shows e/ou peças teatrais de alguns de seus Colegas. Sem contar as eventualidades, como campanhas publicitárias. Chico garantia que sobrava tempo para Si mesmo, Mulher e Filhos : " Não tem reclamação. Jogo bola com Rodrigo, coloco Victória no colo, nado com Cícero, discuto futebol com Bruno e converso muito com Lug, Duda e Nizo, os mais adultos. E, aos Domingos, sempre saio para jantar com a Zélia.. "

Chico Anysio também não dispensava oportunidades paralelas. Por isso mesmo sempre esteve á disposição da PUBLICIDADE. Participava de documentários e fazia participações em outros Programas da TV GLOBO. Em 1991, além da ESCOLINHA, fazia EACC ( Estados Anysios de Chico City ), viajava com seus shows, criou um Programa Especial para a apresentadora Xuxa Meneghel e assumiu o Cargo de Supervisor dos TRAPALHÕES. Ainda se tornou um dos ACIONISTAS da Emissora, eventualmente participando de Reuniões da Cúpula da GLOBO. Quando Boni se despediu do Cargo de Diretor Geral, em 1998, Chico Anysio perdeu toda a credibilidade e prestígio dentro da Casa. No período em que esteve morando fora do País, quis recomeçar DO ZERO, investindo todas as possibilidades na Carreira de ROTEIRISTA DE CINEMA, tentativas sem sucesso. Após a Separação de Zélia Cardoso de Mello, e dividindo-se entre E.U.A e Brasil, muito negociou-se até sua volta efetiva á TV. Avesso á palavra FÉRIAS, poucas vezes na Vida se deu ao Luxo de Relaxar ou aproveitar viagens que não fossem de trabalho. " Tudo o que faço é porque gosto. Não aguentaria tirar férias e ficar três meses viajando longe dos meus filhos. Não quero nem saber de onde vem tanta Criatividade. Sei que a coisa vem de bom tamanho. Sempre levo o trabalho á sério e não perco tempo com papo furado. O que se faz em Duas Horas pode ser feito em 45 Minutos. Basta querer. "

Vale relembrar alguns Projetos e Trabalhos de Chico Anysio no Campo EMPRESARIAL e também no Campo PUBLICITÁRIO : No início dos Anos 70, Chico Anysio exercia a Função de Empresário. Criou a MARANGUAPE PRODUÇÕES, que financiava Espetáculos ( a temporada de Shows da Cantora Elis Regina, no extinto CANECÃO, por exemplo, foi empresariada por Chico ). Porém, a produtora foi adquirindo prejuízo e Chico, na época, resolveu entregar os Negócios a Ricardo Amaral, que posteriormente repassou a Benil Santos ( que foi o Responsável pela excursão do Show GOSTEI MAIS DO OUTRO ). Na época, o motivo da falência da MARANGUAPE PRODUÇÕES e desistência de Chico teria sido por conta de " Ideias fora da conotação com a realidade brasileira em termos de espetáculo". Chico, atuando como empresário, ainda se deu conta de que a Função era algo incompreendido no País, onde " artistas tem a mania da Auto Suficiência, considerando o empresário como um mero Secretário para 'quebrar galhos ' em situações difíceis, que por comodismo ou inabilidade, preferia deixar para terceiros. "

Chico Anysio acreditava tanto na MARANGUAPE PRODUÇÕES que cometeu uma temeridade : financiar os espetáculos calculadamente, sem pensar em Prejuízo eventual. Chico fez Benil Santos, dali em diante, cuidar de Seus Próprios Shows e Contratos.

Em 1971, foi promovido um um encontro de Chico Anysio com Danilo Marques, na época Diretor do Grupo Empresarial CREDIMUS-IPLAC, no Aeroporto de Fortaleza. Chico Anysio era um dos Acionistas da IPLAC ( Indústria Plástica Cearense ). A Cerimônia de Inauguração recebeu mais de 200 Convidados de diversas partes do Brasil.

Em Meados dos Anos 80, Chico investiu SEU NOME em LICENCIAMENTOS de Diversos Produtos. A CHICO CITY PROMOÇÕES viabilizava a Comercialização desses Artigos através da Figura dos Personagens de Sucesso do Mestre. O Tema chegou a se tornar Matéria do Jornal O GLOBO ( já Publicada neste BLOG em CHICO ANYSIO E A PUBLICIDADE ). O Diretor Abel Zambom, responsável pela Firma, na época liberou a Imagem de Chico Anysio a 20 fabricantes dos mais diversos Setores, como Toalhas, Camisetas, Copos Plásticos, Bonecos, Roupas.. Marcas famosas na época chegaram a Alcançar 1 Bilhão de Cruzeiros em Vendas/Lucro ! BROCHES estão entre os Artigos RAROS que faziam Sucesso na Época. Anos antes da Empresa de Chico, os Personagens de CHICO CITY foram Licenciados e Ilustraram CAPAS de uma Linha de Cadernos distribuídas pela SOUZA REIS. ( Imagem do Caderno cedida por Alcione Mazzeo ).

A Revista KLIK e a Revista em Quadrinhos ERA XIXO UM ASTRONAUTA ? traziam Histórias Ilustrativas com o Mestre ( Detalhes das Revistas e do PROJETO no Site >> https://colecionadoresdehqs.com.br/chico-anysio-e-os-quadrinhos/

Chico também fez Parte de Cromos ( Figurinhas ) em alguns Álbuns Mistos que circulavam nos anos 70. Em 1991, no Auge do Sucesso, a ESCOLINHA DO PROFº RAIMUNDO se tornou ÁLBUM DE FIGURINHAS.

Poucas pessoas sabem, mas, a partir de 1990, Chico Anysio se tornou um dos ACIONISTAS da TV GLOBO. Em 1995, Chico foi FUNDADOR da Revista VICTORIA, Idealizada e Criada em Sociedade com sua Esposa na época, Zélia Cardoso de Mello. Passou a Circular nas Bancas pela Editora de mesmo Nome e tinha a Jornalista Leila Reis como Diretora de Redação. O TÍTULO da Revista foi Inspirado no NOME da Filha do Casal. De pouca Repercussão, não durou muito tempo no Mercado Editorial. A Publicação tinha preocupação maior com CONTEÚDO e TEXTOS, não dando tanta importância a Imagens e Arte Gráfica, o que deixava as Páginas sem muitos Atrativos e dividia a Opinião dos Leitores. Em contrapartida, por vezes foi Elogiada por eles pela Ausência do Exagero em Páginas de/com Publicidade.

Em 2002, ao lado de Fábio Nossar, também proprietário de Cavalos, Chico Anysio criou a empresa TROTE EMPREENDIMENTOS que estava em negociações com o JOCKEY CLUB BRASILEIRO para a Introdução de duas Modalidades de Aposta : " Haverá uma Campanha Nacional e um trabalho sério e bem desenvolvido e uma oportunidade para se ganhar muito Dinheiro, o que certamente trará sangue novo para o Turfe do Rio ", declarou Chico. Chico Anysio possuía o STUD CHICO CITY II, em Sociedade com o Filho Nizo Neto e o ELIANÍZIO, com seu irmão Elano de Paula. Eram quase 50 cavalos alojados em duas cocheiras. As poucas horas ao lado dos animais revitalizavam sua Energia : " Voltar ao Turfe foi importante, pois adoro Conversar com eles. Ninguém me convence que os cavalos não entendem o que a gente diz. A gente dá Carinho a eles e eles sempre retribuem. "

A PAIXÃO de Chico Anysio por CAVALOS era ANTIGA. Começou ainda criança, aos 6 anos de idade, quando, ainda no Ceará, acompanhava o Pai no Hipódromo e aprendeu a gostar dos Puro-Sangues, animais Dóceis, Inteligentes e de Beleza incomum, como Ele mesmo os definia. Fundador do STUD CHICO CITY durante a década de 70, teve cavalos com o treinador Roberto Morgado e com o filho deste, Eulógio. O afastamento de Chico do Turfe, segundo Ele, se deu por causa de dois Casamentos.

Foi por volta de 1975 que Chico começou a desenvolver suas APOSTAS no TURFE e deu início a CONSOLIDAÇÃO de sua Criação de Cavalos. " Meu Esporte agora é o Turfe. Mas não jogo um Tostão nos meus Cavalos. Quando um Deles ganha, é o meu grande Prêmio. Quando perde, Eu fico em casa, não tenho Prejuízo. ", contou á extinta Revista FATOS E FOTOS, da editora Bloch, em 1976. " Os ' Cavalinhos ' chegaram á minha vida quando um amigo me ofereceu um Animal muito barato. Comprei. Hoje estou com um Haras pequeno : os técnicos já disseram que lá só cabem 10 Cavalos, 10 Potros, melhor dizendo. Mas o STUD CHICO CITY já tem 22 Cavalos correndo com a camisa laranja e o boné preto. PANDOLÉ foi o primeiro. Deu Sorte, e deu Certo. Talvez porque, a pedido do Padrinho Haroldo Barbosa, eu tenha mudado a Cor da Farda. " Chico Anysio só Retomou sua Paixão pelo TURFE quase 30 anos depois.

Em 2002, ao Jornal O GLOBO, época em que retornou com sua Criação de Cavalos, contou : " Tive dois casamentos com Mulheres que não gostavam de Cavalos ( Regina Chaves e Zélia Cardoso de Mello ). Aí não teve jeito. Juntando isso ao meu Ritmo de trabalho, fui obrigado a me afastar. "

Na Reportagem, Chico contou que o responsável por sua Volta ao Turfe foi o advogado Antônio Landim Quintella. Aos 71 anos, e com Ritmo de trabalho forçadamente reduzido por conta do " Descaso " da TV GLOBO, que pouco o aproveitava em sua Programação, Chico declarou na ocasião que o Turfe era sua Única Diversão, gastando o tempo restante apenas com Shows pelo país e projetos como Livros e Exposições de Quadros.

Para Chico Anysio, as pessoas não faziam ideia da Emoção que era ganhar uma corrida. " Não tem Nada a Ver com Jogo ou Prêmio. É muito difícil explicar o que se sente quando um Cavalo de sua propriedade cruza o disco na Frente. Quem nunca teve um Cavalo de corrida, não pode entender. A Sensação de ganhar um PÁREO é Incrível. Só quem já teve a Oportunidade de passar por isso é que Sabe. "

Na época, Chico chegou a sugerir que outros famosos se interessassem por Cavalos : " Jô Soares, Xuxa, Marlene Mattos, a Angélica e o Faustão deveriam comprar Cavalos de corrida. Além de experimentarem uma Sensação Nova, atrairiam um monte de gente boa para o Turfe do Rio de Janeiro. "

Em 2002, mesma época em que retornou ao Turfe, Chico planejava uma Campanha para tentar a substituição do asfalto das Vilas Hípicas e do caminho do Prado por terra. Segundo Ele, os riscos seriam imensamente menores para os Cavalos : " No asfalto, as ferraduras se desgastam e os Cavalos ficam mais expostos a Lesões. O Ambiente deveria ser totalmente favorável aos Corredores. Afinal, são eles os Donos do Espetáculo ".

Chico Anysio defendia a RENOVAÇÃO no TURFE : " Acho que as mesmas pessoas que estão lá, são as mesmas de décadas passadas. O Turfe precisa também de gente nova, interessada, empolgada e ativa. O Turfe precisa ser Redescoberto, e rapidamente. "

Assim que voltou a ter Cavalos, Chico os manteve no Centro de Treinamento do HARAS VERDE E PRETO, em Teresópolis, com o treinador Cosme Morgado Netto. O responsável pelos cerca de 50 Corredores dos STUD CHICO CITY II e ELIANÍZIO, no Hipódromo carioca, era o treinador Marcos Ferreira, escolhido por Chico por indicação de vários Amigos. " Decidi pelo fato de só ter ouvido falar bem dele. É um Profissional Correto e que gosta de Cavalos ".

Há pouco tempo, houveram especulações midiáticas de que a Paixão de Chico Anysio por Cavalos era como uma espécie de " Vício " que acabou prejudicando seu " Status Financeiro " ( especulações provenientes de Polêmicas em torno de Assuntos Particulares que, infelizmente, acabaram expostos de forma Sensacionalista, se tornando um ' Prato Cheio ' aos Veículos de Comunicação - na realidade, uma Desimportancia, uma vez que qualquer pessoa, famosa ou não, tem o Direito de fazer com suas Finanças o que bem entende, assim como seus Hobbies particulares e o Grau de assiduidade Neles, também não importam ).

Há quem afirme que Chico teria abandonado completamente o Turfe por influência de sua última Esposa, que, alguns meses antes do falecimento de Chico, havia se tornado Vegetariana e Defensora das Causas Animais ( Afirmação sem Base Sólida ).

Não foram poucas as vezes em que Chico Anysio deu o Ar da Graça em Comerciais de TV e Campanhas Publicitárias. O Sucesso como Figura Pública e sua Credibilidade renderam Convites de diversas Marcas de Produtos e Serviços, que diversas vezes Lucraram ( e muito ! ) com Isso, tanto quanto o Próprio Mestre. A Trajetória de quase 50 Anos fazendo Comerciais para as HAVAIANAS, por exemplo, consegue Demonstrar esse Fato ! Chico foi o Artista que se tornou Pioneiro na divulgação das Sandálias, fabricadas pelas Alpargatas, em quase 5 décadas fazendo Comerciais e Campanhas Publicitárias da Marca, tornando Inesquecível o SLOGAN : " Não tem Cheiro, não Deformam, nem soltam as Tiras ".

Em sua Autobiografia de 1992, Chico fala sobre essa Longeva Parceria e sobre a Importância de ser inserido no Mercado Publicitário :

" O Comercial é uma Benção Divina. Ele dá um bom Dinheiro e não queima a Imagem ( dependendo do produto anunciado ). Além do mais, há um prazo determinado de Veiculação. Os Comerciais que não são Nacionais ( são Locais, apenas ), significam a Glória Máxima ! É aquela história de ' o que os olhos não vêem.. ' Faço Comerciais para as Sandálias Havaianas há 21 Anos ( relato de Chico no Livro em 1991. Foram quase 50 Anos fazendo Comerciais para a Marca ). É tanto tempo que me julgam dono da Firma. Sou Orgulhoso deste Serviço. As Havaianas vendem mais do que as outras somadas. Não atribuo este Sucesso ao meu trabalho, mas ao fato de elas serem mais baratas e terem uma aceitação Eficiente e Antiga. As Havaianas são o Sapato do Nordestino e nenhuma outra sandália conseguirá batê-las. É um Belo e Agradável dinheiro Alternativo. Adoro trabalhar para a São Paulo Alpargatas, tenho o direito de modificar uma ou outra frase, eliminar uma ou outra palavra. Eles confiam em mim, e todas as Campanhas funcionaram, felizmente. "

Para além das HAVAIANAS, Chico já fez Comerciais para Marcas de Roupas, Brinquedos, Óticas, Bebidas, entre outros. Vários de seus Personagens, inclusive, deram Vida a essas Campanhas.

Desde 1960 Chico Anysio já havia ingressado no meio Publicitário quando o RUM BACARDI comprou o Programa CHICO ANÍSIO SHOW, que estreou pela TV-RIO, se tornando a Patrocinadora do Humorístico. O Garçom QÜEM-QÜEM aparecia fazendo Coquetéis e divulgando a Marca. Mais tarde, CHICO ANÍSIO SHOW ainda foi Patrocinado pela SEMP TOSHIBA e a BENDIX patrocinava O HOMEM E O RISO. As Páginas de Programação da extinta Revista INTERVALO veiculavam tanto a Exibição dos Programas quanto as Chamadas Publicitárias de Ambos.

O LP Compacto ( 33 RPM ) CHICO ANÍSIO CONTA A HISTÓRIA DE UM CASAMENTO FELIZ ( A Lavadora de Roupas BENDIX e o Sabão em Pó VIVA ), foi um Disco Publicitário, Promocional, durante a década de 60, falando sobre as extintas Marcas BENDIX e VIVA, tal qual aconteceu com o Compacto CHICO COM C, sobre a Marca de Eletrodomésticos CONSUL, tempos mais Tarde.

Em 1969, o Personagem BIM-BIM estrelou o Comercial da extinta Empresa Aérea VASP ao lado do Comediante Iran Lima. No início dos Anos 80 começou a fazer Campanhas Publicitárias para a empresa Têxtil PASSPORT, específica em Roupas Masculinas, em 1976, que eram veiculadas em várias revistas da época. Continuou sendo " Modelo " da MARCA até meados daquela década. No Final dos Anos 80, veio a Parceria com a ESTRELA, famosa Marca de Brinquedos. ALBERTO ROBERTO, POPÓ e BENTO CARNEIRO representaram os Comerciais da Marca. Campanhas Impressas dos Brinquedos, Veiculadas em Revistinhas e Gibis, também contaram com a Figura de Chico, através dos Personagens JOVEM, TAVARES e BENTO CARNEIRO.

Durante o Campeonato Mundial de Futebol da Argentina, em 1978, o cartunista Paulo José desenhava Tiras baseadas em Coalhada, um dos personagens mais famosos do Mestre do Humor, com textos do próprio Chico, que eram patrocinadas pela Ford e publicadas nos principais jornais durante os meses que antecederam a Copa do Mundo naquele Ano. Posteriormente, foi lançado o Álbum colorido Coalhada na Copa, da RGE ( atual Editora Globo ) e, mais tarde, houve o lançamento de uma Revista, COALHADA NA COPA, programada para ir ás bancas antes do início da Copa, mas, devido atraso da Editora Rio Gráfica, chegou só depois da eliminação do Brasil.. aí, infelizmente, depois de muito trabalho, empenho e correria de Paulo José ( e também do Chico, que escrevia as Tiras em paralelo aos seus Livros e suas apresentações no Teatro ), a revista não atingiu o esperado, não conseguiu atrair Vendas e não fez Sucesso.

O MESTRE Chico Anysio também já se aventurou no RAMO DA MODA. Muito antes das Campanhas publicitárias para a Empresa Têxtil PASSPORT, específica em roupas masculinas, veiculada em várias revistas de 1976 até meados dos Anos 80, em 1969 havia feito um ENSAIO com várias Modelos para a Grife LAN-OVER. O JORNAL DO BRASIL acompanhou os Registros Fotográficos, fez Reportagem sobre o Lançamento da Coleção de Roupas e falou sobre Chico Anysio ( TUDO já Postado neste Blog, em Abril do Ano passado ! )

No Início dos Anos 90, o Monólogo NASCER VELHO, MORRER DE INFÂNCIA, de Autoria de Marcos César, exibido em 1978 no FANTÁSTICO, onde o Mestre era Cronista ( Vejam ou Revejam em >> https://www.memorial-chico-anysio.com.br/l/chico-anysio-no-fantastico ), foi Reaproveitado em Comercial da SHARP, onde Chico repetia o Monólogo, com algumas Adaptações/Modificações na Narrativa. Também no início dos Anos 90, a Parceria com a ANTARCTICA surtiu tanto Efeito ( Vejam o Comercial Original na Compilação de Vídeos, no Final desta Postagem ! ), que acabou se estendendo para dentro do Programa ESTADOS ANYSIOS DE CHICO CITY, onde Chico, COMO ELE MESMO conversava ou discutia Satiricamente com algum Personagem Seu, e ao Final, Saboreavam a Cerveja ( quadros durante 7 Episódios, com SILVA, SANTELMO, PAINHO, CALHEIROS, SETEMBRINO, ALBERTO ROBERTO e JOVEM ).

ALBERTO ROBERTO foi o Personagem de Chico mais utilizado em Campanhas Publicitárias, que eram realizadas dentro de seu próprio Programa. Diversas Marcas de Produtos e Serviços eram divulgadas através do CHICO ANYSIO SHOW pelas Encenações Cômicas com Lúcio Mauro ( Da Júlia ) e outros Atores ou Artistas convidados ( onde o Personagem não conseguia de modo algum fazer as Propagandas, e, ironicamente, ao final, dizia algo que deveria ter sido dito/feito durantes as gravações ).

O Personagem KENNY ROCHA foi Criado especialmente para a Campanha Publicitária da POUPOTECA do extinto BANCO NACIONAL. Acabou sendo incluso no Programa ESTADOS ANYSIOS DE CHICO CITY, numa Satirização bem humorada do estilo musical Sertanejo que bombava nas paradas no início dos anos 90. A Inclusão do Personagem ajudou a Alavancar a Audiência. ( Vejam ou Revejam em >> https://www.memorial-chico-anysio.com.br/l/chico-anysio-18-anos-da-estreia-de-estados-anysios-de-chico-city-post-em-construcao/ ).

Quando o Título de Capitalização PAPA TUDO foi Criado no início dos anos 90 ( uma espécie de Cópia da TELE SENA do Silvio Santos, promovida pela TV GLOBO ), Chico Anysio foi o Artista Escolhido pela Emissora para Representar as Campanhas Publicitárias do Título ( Vejam Comerciais com Chico na Compilação de Vídeos, no Final desta Postagem ! ) e para fazer as entregas dos Prêmios aos Domingos, onde dividia com o Jornalista e Apresentador César Filho a Apresentação e os Sorteios. MARCA pertencente ao banqueiro Artur Falk, cujo Projeto foi uma coligação com a TV GLOBO, foi extinta em 1997 e passou a ser Destaque na Mídia pelo CALOTE em centenas de Premiados. Falk, inclusive, chegou a ser Preso. Esses Episódios não chegaram a Afetar posteriormente a IMAGEM PÚBLICA do Mestre Chico Anysio, que era um dos principais DIVULGADORES do TÍTULO ( Xuxa e o apresentador Fausto Silva também fizeram Comerciais ) durante os Intervalos da Programação.

Chico se dizia Fiel ás MARCAS pela as quais trabalhava : " Sou Fiel aos meus Anunciantes. Se fiz comercial para a Coca-Cola, jamais farei para a PEPSI ou para o Guaraná. Ou seja, a Coca-Cola me dispensou geral, até para os seus concorrentes", contou á Norma Couri na PLAYBOY, explicando o motivo de ter sido Dispensado : " Se era Coca-Cola ou Guaraná em pó do Amazonas, não importa. Importa que era uma homenagem da Coca-Cola, oferecendo seus comerciais para os melhores humoristas do Mundo inteiro, e no Brasil convidaram a mim. Depois pararam de anunciar comigo porque o WASHINGTON, meu Personagem Reacionário, reclamou em cena : " Vocês estão usando essa coisa Multinacional... " E eles confundiram o WASHINGTON comigo. O problema é que sou Fiel aos meus Anunciantes. "

Apesar da Fidelidade afirmada, Chico já trabalhou Sim, com Marcas Diferentes de um mesmo Produto/Segmento. Anos depois do Compacto e das Campanhas Publicitárias para a CONSUL, em 1978, Chico trabalhou com a BRASTEMP, por volta de 1984. Durante o Lançamento do Modelo de Refrigerador FROST FREE, no ato da Compra, os Clientes ganhavam um LP Promocional com Músicas Diversas. Entre uma Faixa e outra BATE-PAPO ENTRE AMIGOS trazia o Mestre Chico Anysio como NARRADOR, explicando as Funcionalidades do Refrigerador ( Sim, a ideia era Chico explicar/ensinar sobre o Produto como se fosse um Técnico da BRASTEMP ). Entre as Músicas do Disco, Clássicos da MPB como O AMANHÃ, com a Cantora Simone e LILÁS, com Djavan. Também trazia duas Faixas Internacionais : FOREVER AND EVER, com Julio Iglesias ( Regravação do Clássico de Demis Roussos ) e SING, da Dupla Carpenters.

Kerley Fernandes Salguero, ( fã, admiradora e idealizadora de conteúdo para projetos virtuais ) ( @chicoanysiototal )