VOCÊ CONHECE CHICO ANYSIO ? - PARTE 14

10/08/2021

Chico Anysio, de tão Popular, não só fez história na Publicidade como também na própria TV GLOBO. Chico Anysio fez MUITA COISA na GLOBO ao longo dos Anos para Além de CHICO ESPECIAL, VOCÊ TEM TEMPO ?, CHICO EM QUADRINHOS, CHICO CITY, LINGUINHA X MR. YES, AZAMBUJA E CIA., CHICO TOTAL ( 1981 ), CHICO ANYSIO SHOW ( 9 Temporadas, de 1982 a 1990 ), TVQCV, ESCOLINHA DO PROF° RAIMUNDO, ESTADOS ANYSIOS DE CHICO CITY, CHICO TOTAL ( 1996 ), O BELO E AS FERAS e ZORRA TOTAL. Muito antes de se tornar um mero Coadjuvante, menosprezado pela emissora, que lutava por sua Permanência lá dentro através de Participações em Séries e Novelas, já teve seu PRESTÍGIO e CREDIBILIDADE como FIGURA PÚBLICA Aproveitados em muitos trabalhos PARALELOS.

Durante a década de 70, foi um dos Convidados Especiais do ELIS ESPECIAL. O programa ia ao Ar mensalmente dentro da SEXTA SUPER ( de setembro de 1971 a junho de 1972 ). A ESTREIA do programa teve como tema HUMOR, trazendo Chico em um dos blocos. O DUETO com Elis Regina do clássico CANTO DE OSSANHA, de Baden Powel e Vinícius de Moraes se tornou Memorável ( os trechos desse Encontro, espalhados pela internet por várias pessoas, são sempre Sucesso em todas as plataformas em que são postados ). Participou do humorístico UAU, A COMPANHIA, em 1972, que misturava Coreografias com Esquetes de Humor. Foi um dos criadores do FANTÁSTICO e seu QUADRO FIXO dentro do programa como CRONISTA, um dos pontos altos do dominical, durou 17 anos ( de 1973 a 1989 ). Fez Participação Especial na novela FEIJÃO MARAVILHA, de Bráulio Pedroso, em 1979, como SALOMÉ. SALOMÉ também foi Participação no Especial de Final de Ano do Cantor Roberto Carlos, intitulado UM CIRCO CHAMADO BRASIL. No mesmo ano, esteve no Programa Musical ALERTA GERAL, que era comandado pela cantora ALCIONE. Um dos grandes destaques femininos do SAMBA nos anos 70 e no auge de seu Sucesso, Alcione ganhou o comando do programa e em seu LP daquele ano gravou uma das músicas de maior destaque da carreira de Compositor de Chico, RIO ANTIGO ( COMO NOS VELHOS TEMPOS ), feita por Ele e Nonato Buzar.

Vale relembrar também o Especial PRAÇA DA ALEGRIA, em 1977, que foi um Espaço Aberto dentro do humorístico CHICO CITY como forma de HOMENAGEM a seu Criador e Apresentador, Manoel de Nóbrega, que havia falecido um ano antes. O Sucesso e Repercussão foram tantos que A PRAÇA DA ALEGRIA acabou entrando na grade de Programação da GLOBO, sob o comando de Luís Carlos Miéle.


Durante a década de 80, participou do 8° Episódio da Série O BEM AMADO, de Dias Gomes, intitulado O MENSAGEIRO DE JÚPITER, onde fez o papel de Manga Rosa, um mensageiro ( referente ao Título ) que visitava a cidade de Sucupira, tentando provar a existência de um Jupiteriano na Cidade ( que seria Zeca Diabo, personagem de Lima Duarte ) e anunciando a chegada de um Disco Voador na fazenda de Odorico Paraguaçu ( Paulo Gracindo ). A NUDEZ de Chico Anysio durante as Cenas Finais do Episódio ( quando é Atacado pela População de Sucupira ) foi Marcante a quem assistiu, mas não chegou a causar Polêmicas Midiáticas. Foi Convidado do Especial de Natal dos TRAPALHÕES, em 1980, onde Participou caracterizado de COALHADA, juntamente com o Rei Pelé e o goleiro do Fluminense á época, Paulo Goulart. Apareceu no Programa também em 1982, época em que Renato Aragão começou a encenar a Personagem SEVERINA, uma prima nordestina da SALOMÉ. Ainda esteve no programa em 1990, quando já exercia o Cargo de Supervisor de Criação do Programa, contracenando com Renato Aragão no quadro ANANIAS. Em 1985, novamente foi um dos Convidados do Especial de Final de Ano do Cantor Roberto Carlos, desta vez caracterizado de BOZÓ. Esteve no Especial Infantil CANÇÃO PARA TODAS AS CRIANÇAS, em 1987, de Elifas Andreato e do Cantor/Compositor Toquinho, com texto de Elifas Andreato e Direção de Cininha de Paula e Carlos Magalhães, onde interpretou o Personagem ECOLUCO. Foi Criador e participou da Série GRUPO ESCOLACHO, participando também como convidado Especial na Novela QUE REI SOU EU ?, de Cassiano Gabus Mendes, participação que acabou sendo VETADA antes de ir para o Ar por Determinação Judicial. O Personagem TAJ NAHAL, que aplicaria um Golpe Financeiro no Reino de Avilan foi inspirado em Naji Nahas, um investidor paulista que na época virou Notícia por seus escândalos financeiros na Bolsa de Valores e por responder Inquérito por Estelionato. O Advogado de Naji entrou com processo, impedindo a exibição do Personagem Satírico.

Lembrando ainda dos Humorísticos BALANÇA MAS NÃO CAI e VIVA O GORDO. Uma de suas Participações mais marcantes no Primeiro foi na REESTREIA do programa, que aconteceu em 25/04/82, onde, como ELE MESMO, contracenou com Lúcio Mauro e Sonia Mamede, caracterizados do famoso Casal Fernandinho e Ofélia. No Segundo, ficou ETERNIZADO o ENCONTRO de Jô Soares e Chico em CORONEL PANTOJA E CORONEL BEZERRA. O Quadro dos Coronéis que, durante os Diálogos se fingiam de Amigos, mas que se Odiavam secretamente fez tanto Sucesso, que era Apresentado semanalmente tanto em VIVA O GORDO como no CHICO ANYSIO SHOW. Chico e Jô também já chegaram a Encenar JUNTOS um Esquete referente á Série O GORDO E O MAGRO, em referência a Stan Laurel e Oliver Hardy que ETERNIZARAM os Personagens.

Chico ainda fez Participações nas Séries ARMAÇÃO ILIMITADA em 1985, no Episódio O PREFEITÁVEL e em DELEGACIA DE MULHERES, de Maria Carmem Barbosa e Patrícia Travassos, em 1990, no Episódio RAIOS E TROVÕES.

Durante a década de 90, para além das inúmeras Aparições e Comerciais referentes ao PAPA-TUDO, foi Apresentador do Programa SOM BRASIL entre 1990 e 1992 e também foi o Artista Escolhido para ser o Apresentador do PRÊMIO SHARP DE MÚSICA ( premiação criada pelo produtor Musical José Maurício Machline, transmitida Anualmente pela TV GLOBO ), em várias de suas Edições. Em 1991, estando no Ar com a ESCOLINHA DO PROF° RAIMUNDO e ESTADOS ANYSIOS DE CHICO CITY, Acumulou outras Funções, sendo Supervisor de Criação do Programa OS TRAPALHÕES e Criador do Especial XUPERSTAR, um Especial Humorístico protagonizado por Xuxa Meneghel. Em 1992, retornou ao FANTÁSTICO no quadro SECRETÁRIA ELETRÔNICA, onde respondia semanalmente ás mensagens/perguntas dos telespectadores que eram enviadas através do Aparelho. O quadro durou pouco tempo, e, naquele mesmo ano, Chico foi comentarista de notícias ( com seu Humor Satírico peculiar ) nas madrugadas do JORNAL DA GLOBO. Em 1995, esteve na Série ENGRAÇADINHA, SEUS AMORES E SEUS PECADOS, contracenando com a protagonista Claudia Raia entre os Capítulos 5 e 6, no Papel de um agente Funerário.

Ainda em 1995, Chico Anysio teve Participação Especial no Programa BRASIL LEGAL, de Regina Casé. O Mestre participou de um Episódio cujo tema era a Linguagem dos Brasileiros e as variantes de gírias e modos de se comunicar, de acordo com as regiões do país. Chico deu depoimentos a Regina e contracenou com Ela várias cenas engraçadas sobre o tema abordado. Em 1999, esteve na Novela TERRA NOSTRA como o Barão JOSUÉ MEDEIROS ( as Cenas da Novela com Chico Anysio só foram ao Ar em Fevereiro de 2000 ). Quase fez parte da minissérie HILDA FURACÃO, da qual havia sido escalado, mas foi dispensado pelo Diretor Wolf Maya antes mesmo de começar a gravar os capítulos.

No Primeiro Ano do NOVO MILÊNIO, foi escalado para apresentar o VOCÊ DECIDE ESPECIAL, cujo tema era PUBLICIDADE e que fez uma espécie de Retrospectiva das MAIORES PROPAGANDAS TELEVISIVAS DE TODOS OS TEMPOS. Era Convidado Especial semanalmente no quadro NENÉM SABE TUDO, do Programa GENTE INOCENTE, que era comandado por Márcio Garcia. Participou da Série BRAVA GENTE em dois Episódios : AUTO DE NATAL: O MISTÉRIO DO BOI SURUBIM, em 2001 e LOUCOS DE PEDRA, em 2002.

Retornou ao FANTÁSTICO pela Segunda vez depois de anos, em 2003, no quadro CARTÃO DE VISITAS, que apresentava seus Principais Personagens em Esquetes de Humor com a Participação de grandes nomes do elenco da TV GLOBO. Foi ao Ar até 2004, e, posteriormente, foi lançado em DVD pela SOM LIVRE. Em 2005, entrou para o elenco da 2ª Versão do SÍTIO DO PICA-PAU AMARELO como o advogado Osvaldo Saraiva, que ficou com Amnésia após uma pancada na cabeça. Antes de participar da 2ª Versão do SÍTIO DO PICA-PAU AMARELO em 2005, Chico havia Participado do Seriado Infantil em 1984, como AZAMBUJA e em 1982, foi convidado especial interpretando um JAPONÊS, interessado em conhecer a Boneca EMÍLIA.

Em 2002, o Personagem ALBERTO ROBERTO fez Aparições em CASSETA E PLANETA, assim como BOZÓ.ALBERTO ROBERTO também esteve no Reality BIG BROTHER BRASIL, onde fez uma rápida visita aos CONFINADOS da Casa. Teve Participação Especial na Série de Humor A DIARISTA, em 2004. Em 2010, esteve na 16ª Temporada de MALHAÇÃO, como ELE MESMO.

Alguns Supersticiosos de repente podem reparar e chegar a conclusão de que o número 9 não foi muito favorável a Chico no que diz respeito a trabalho. Crença tola ou mera Coincidência, o FATO é que, ao final de cada década ( ou seja, TODOS OS ANOS TERMINADOS em 9 ), Chico passou por momentos não muito agradáveis ou que foram caóticos. Em 1969 estreou na TV GLOBO, mas, como já visto, seus programas foram cortados e ele foi afastado por questões salariais, retornando tempos depois. Em 1979, exacerbado com CHICO CITY, seu maior Sucesso, começou a se sentir cansado e desanimado, tomando ele próprio a atitude de pedir que o programa saísse do ar. Saiu em Abril de 1980. Em 1989, o início dos desentendimentos com a emissora e toda a polêmica envolvendo as negociações com Silvio Santos e sua quase ida para o SBT. Acabou permanecendo na GLOBO, mas seu CHICO ANYSIO SHOW já não era o mesmo sucesso de sempre, apesar da audiência. Em 1999, após mudança para o exterior, retornou definitivamente ao Brasil, lançou O BELO E AS FERAS, mas, após cinco meses no Ar, fracassou, saindo da programação. Restou as participações em ZORRA TOTAL, programa do qual ele foi um dos criadores e do qual era o Mentor. ALBERTO ROBERTO, a cada semana entrevistando um artista convidado, foi um dos pontos altos do programa durante muito tempo. A ESCOLINHA, em versão encurtada, também fazia sucesso. Em 2001, ela voltou ao Ar nas tardes da GLOBO, com antigos e novos comediantes. Em 2002, sem maiores explicações, foi descartada da programação. Um sofrimento para os profissionais mais velhos e uma Dor Insuportável para Chico Anysio, que chegou ao ponto de tentar investigar quem teria sido o responsável pelo término do programa, ou quem poderia ter influenciado essa atitude. A partir daí, passou a sobreviver de participações esporádicas em produções e novelas da casa. Muitos desses trabalhos o próprio Chico foi atrás, como aconteceu em SINHÁ MOÇA, remake da novela de 1986, de Benedito Ruy Barbosa, reescrita em 2006 por suas filhas, Edimara e Edilene Barbosa, onde Chico procurou o diretor Ricardo Waddington e se ofereceu para o papel do fazendeiro EVERALDO.

Chico Anysio, em várias entrevistas, declarou que sempre pensou que, quando chegasse determinada época e a emissora não quisesse mais seus programas, que ele seria escalado para ser o SUPERVISOR dos Programas Humorísticos da casa. O PESO de sua HISTÓRIA como humorista após 30 anos dentro da emissora, dava a entender que Ele seria o NOME mais INDICADO para o Cargo. Guel Arraes foi o escalado. Com o passar dos anos, os desabafos á imprensa e as críticas á emissora iam piorando ainda mais a relação com a diretoria e ocasionando advertências e suspensões. Houve épocas em que Chico ganhava salário sem trabalhar. De 2006 até seu último ano de vida ( 2012 ), foram inúmeras internações ocasionadas pelos problemas de saúde, o que também contribuiu para as Limitações em seu trabalho.

Chico tentou de todos os modos : fez novelas, participou de séries e especiais, ofereceu projetos á diretoria, entrou e saiu do ZORRA várias vezes ( numa dessas, em 2009, fazendo ALBERTO ROBERTO, já estava extremamente debilitado ), mas BRAVAMENTE Resistia e Conseguia arrancar Risos do Público !

Em sua Autobiografia, de 1992, fez questão de destacar sua história dentro da " Vênus Platinada " : " Mais da metade da minha vida artística Eu a vivi na Rede Globo. Já disse isso ? Digo novamente : mais da metade da minha vida de artista foi na Rede Globo. Acredito que hoje não haja vinte artistas mais antigos do que eu na emissora. Fui dos que ajudaram a Globo a chegar ao ponto em que ela está. Há 23 anos meu programa, seja com que nome for, está no ar ininterruptamente, semanalmente, com exceção de 1981, quando ele era mensal. "

Kerley Fernandes Salguero, ( fã, admiradora e idealizadora de conteúdo para projetos virtuais ) ( @chicoanysiototal )