VOCÊ CONHECE CHICO ANYSIO ? - PARTE 22

26/08/2021

Inaugurado em 18 de Maio de 2010, o Canal a Cabo VIVA, pertencente a TV GLOBO, fazendo parte do Grupo de Canais Fechados da GLOBOSAT, surgiu como um Canal de Entretenimento com Foco em RESGATES e REPRISES de Novelas, Minisséries e Programas Diversos do Acervo da TV GLOBO. Uma das Atrações de Estreia, e que permanece no Ar até Hoje pelo Canal é a ESCOLINHA DO PROFESSOR RAIMUNDO. Um Ciclo de 7 temporadas Repetidas durante 11 Anos, Ininterruptamente ! Repetições Múltiplas Diárias que Jamais pararam, apenas se REALOCARAM. O que Prova a TESE que Chico Anysio Defendeu a Vida Toda : " NÃO EXISTE HUMOR VELHO OU NOVO. EXISTE HUMOR SEM GRAÇA OU ENGRAÇADO ". CLÁSSICOS não se Desgastam.. Seja por Nostalgia, ou por Risos que não se Esgotam, as pessoas estão lá, Assistindo, Prestigiando, não se Cansam.


Chico Anysio, durante os 11 Anos do Canal, sempre foi PRESENÇA CONSTANTE na Programação para além da ESCOLINHA. CHICO TOTAL, de 1996, teve seus 32 Episódios Reprisados em 2011. A Série O BELO E AS FERAS teve 16 dos 18 Episódios Reprisados em 2013. CHICO CITY foi resgatado em 9 Episódios Selecionados, em Setembro de 2016 ( O Episódio de ESTREIA, em Preto e Branco, de 1973, foi exibido como CONTEÚDO EXCLUSIVO aos Assinantes dentro da Plataforma Digital VIVA PLAY ). A 7ª Temporada de CHICO ANYSIO SHOW, de 1988, foi Reprisada entre Setembro e Dezembro de 2017, em apenas 13 Episódios. Há quem diga que saiu do Ar por Audiência insuficiente e pouca Repercussão. Outros, apontam o Fato da mesma Temporada do Programa exibida pela TV GLOBO DE PORTUGAL, no mesmo período, o motivo da Interrupção de transmissões pelo VIVA. Antes, ESTADOS ANYSIOS DE CHICO CITY foi reprisado entre Abril e Dezembro de 2017 e reprisado novamente, sem espaço de tempo, de Dezembro de 2017 a Agosto de 2018, sem grandes repercussões.

Pelo CANAL VIVA, o Público ainda pôde Relembrar Chico em outros Trabalhos pela TV GLOBO, como a Série GRUPO ESCOLACHO, de 1988, a Minissérie ENGRAÇADINHA, SEUS AMORES E SEUS PECADOS, de 1995, contracenando com a protagonista Claudia Raia entre os Capítulos 5 e 6, no Papel de um agente Funerário, as Participações nas Séries ARMAÇÃO ILIMITADA em 1985, no Episódio O PREFEITÁVEL e DELEGACIA DE MULHERES, de Maria Carmem Barbosa e Patrícia Travassos, de 1990, no Episódio RAIOS E TROVÕES, a Participação Especial na Série de Humor A DIARISTA, em 2004, dois Episódios da Série BRAVA GENTE, o AUTO DE NATAL: O MISTÉRIO DO BOI SURUBIM, de 2001 e o LOUCOS DE PEDRA, de 2002, além da Aparição na Reprise da Novela TERRA NOSTRA como o Barão JOSUÉ MEDEIROS, entre outros.

O VIVA também exibiu VIVER DO RISO. VIVER DO RISO foi um Projeto Idealizado e Apresentado pela Atriz e Comediante Ingrid Guimarães. Exibido Originalmente pelo CANAL VIVA, tinha o objetivo de Resgatar as Memórias dos grandes nomes da Comédia Nacional e trazer um Panorama do Humor de ONTEM e de HOJE, em Episódios Temáticos. CINCO dos DEZ Episódios que foram exibidos pelo VIVA, foram escolhidos para serem reprisados pela GLOBO. Os Episódios em questão foram Reprises REEDITADAS, ou seja, vários trechos que passaram pelo VIVA foram Cortados, mas, por outro lado, outros Trechos inéditos foram INCLUSOS. O Episódio sobre o Mestre Chico Anysio marcou a Estreia da Série pela GLOBO ( antes, no VIVA, em Novembro de 2018, foi o 3° Episódio - AMBOS OS EPISÓDIOS JÁ POSTADOS neste Blog ! ).

Anos antes, em 2006, Chico Anysio havia Ganhado DOCUMENTÁRIO PRÓPRIO, Idealizado, Produzido e Dirigido por seu Irmão Cineasta Zelito Viana. CHICO ANYSIO É trazia Depoimentos de Chico Anysio ( Entrevistado por Zelito ) e a Trajetória Resumida de sua Carreira.

Chico ainda foi retratado no Documentário CHICO É MAIS. O Curta-Metragem estava em processo de pós-Produção em 2011, conduzido pela Biógrafa de Chico Anysio, a Jornalista e Cineasta Ellen Ferreira.

Chico Anysio ainda foi TEMA de um Documentário Experimental produzido pelos Alunos do Curso de Jornalismo da UNIFOR, em 2013 ( Disponível pelo YouTube ). O CHICO DE MARANGUAPE trouxe diversos Depoimentos, inclusive de seu Irmão mais Velho, Elano de Paula.

Ingrid Guimarães e Heloísa Perissé iniciaram suas carreiras trabalhando em CHICO TOTAL, de 1996 e, tempos mais tarde, Chico Anysio foi o PADRINHO da Peça Teatral CÓCEGAS, escrita e interpretada pelas Duas, com Direção de Luiz Carlos Tourinho, Marcelo Saback, Sura Berditchevsky e Aloísio de Abreu. Heloísa foi Nora de Chico Anysio ( casada com Lug de Paula de 1992 a 2001 ), fez parte da Equipe de Roteiristas da Série O BELO E AS FERAS e teve o Aval de Chico com as Personagens SOLEDADE ( na ESCOLINHA pelo ZORRA TOTAL ) e TATI, Personagem que a Consagrou. Heloísa faz parte das poucas Comediantes que Conseguiam Arrancar RISOS de Chico Anysio ( que sempre teve um Olhar mais ANALÍTICO do que Cômico em relação aos Profissionais de Humor ). Já Ingrid, se estabeleceu na TV em diversos trabalhos e se Consagrou no Cinema com a Trilogia da Comédia DE PERNAS PRO AR. Ingrid também foi a Idealizadora, Produtora e Entrevistadora da Série VIVER DO RISO, exibida pelo CANAL VIVA e pela TV GLOBO, onde Chico Anysio foi Tema Exclusivo e Especial de um dos Episódios. A Peça CÓCEGAS ficou em Cartaz de 2001 a 2011.

A Atriz e Humorista Mônica Martelli também foi outra que começou sua Carreira trabalhando com Chico Anysio. Fazia parte do Elenco de CHICO TOTAL aparecendo em vários Quadros e ganhou Papel Fixo de DARCY. DARCY era esposa do DR. NAPOLEÃO, que sentia ciúme e desconfiava da Mulher, porém de estar sendo traído com " outra Mulher ". Mônica , naquela época, usava o nome Mônica Garcia ( seu nome de Registro ), que inclusive aparecia nos Créditos finais do Programa. Já inserida em outras produções da GLOBO e fazendo pequenas participações no ZORRA TOTAL, TROCOU O NOME ARTÍTICO por Sugestão de Chico Anysio. Em Janeiro de 2018, em Reportagem da Revista CLAUDIA, Mônica contou sobre a Mudança : " O Chico viu que não funcionaria continuar usando a Assinatura Mônica Garcia, que produzia uma terrível CACOFONIA com a junção da última sílaba do Meu nome com a primeira do Sobrenome ( MôniCA GArcia ). Então, eu saquei o Martelli entre os Sobrenomes dos parentes por parte de Mãe. " Mônica, sem muitas oportunidades de trabalho, e com Nome Artístico já modificado, batalhou e criou por conta própria a Peça OS HOMENS SÃO DE MARTE.. E É PRA LÁ QUE EU VOU, um Sucesso estrondoso que posteriormente deu Origem aos FILMES e á SÉRIE na TV.

Para além de Toda a Genialidade artística, Chico era conhecido ( e ficou Marcado ) por sua GENEROSIDADE. Com Colegas de trabalho e com Pessoas de seu Convívio Pessoal. Desde Oportunidades de Emprego em seus Programas, passando por Lições e Dicas Profissionais aos Iniciantes, até o APOIO FINANCEIRO e SUSTENTO de Amigos em Situações Fragilizantes. Chico nunca mediu Esforços em Ajudar quem Precisasse Dele. Tinha um Coração tão ENORME que algumas Atitudes suas beiravam o ABSURDO : ESTENDER A MÃO a algumas Pessoas que lhe foram FALSAS ou INGRATAS. Contrariando a LÓGICA, não tinha NADA DE ABSURDO : ESTENDER A MÃO a Pessoas que em algum Momento foram FALSAS ou INGRATAS era uma LIÇÃO DE CONSCIÊNCIA e de CARÁTER. É Algo que vai muito além do Simples PERDÃO.

Já Opinei neste Blog recentemente sobre a GENEROSIDADE de Chico Anysio >> https://www.memorial-chico-anysio.com.br/l/o-que-penso-sobre-chico-anysio-5/. Acredito que, por trás de tanta Generosidade, Chico era Inteligente muito acima do Aspecto " Humano ". Quando Chico resolvia estender a Mão a alguém, ou abrir Espaços/Oportunidades, era porque aquele alguém realmente tinha Potencial. Ou porque ele realmente acreditava que, no Futuro, aquele alguém poderia Evoluir e se tornar um Profissional Bem-Sucedido.

Dando Oportunidades aos NOVOS, havia a APOSTA de uma Carreira que, sendo bem construída, traria Frutos. Dando Oportunidade aos ANTIGOS, Chico reverenciava Profissionais que fizeram HISTÓRIA NA TV e mereciam Permanecer Nela. RECONHECIMENTO, muito mais do que a simples Ajuda profissional, onde entram aspectos financeiros e de Desemprego. Chico, aliás, sempre declarou que, quando ajudava aos " Mais Velhos " o fazia muito mais por " Esperteza " : " Aprendo todos os Dias com Eles um pouco mais ". Chico Anysio não era " BONZINHO ". Era Consciente, era Visionário, era Astuto. Por trás de Cada ATO de GENEROSIDADE havia o SIGNIFICADO daquilo que Ele sabia Exatamente o PORQUÊ de estar sendo feito.

Mas, ACIMA DE TUDO, não podemos Esquecer uma das LIÇÕES MAIS LINDAS deixadas pelo MESTRE : A DE QUE NINGUÉM VENCE SOZINHO ! Para Chico Anysio, o Importante era CHEGAR AO PÓDIO DE MÃOS DADAS !

Apesar de ser quem Era, Chico Anysio não se sentia SUPERIOR a ninguém, não levava á Sério o Título de GÊNIO, não se deixava levar por Ibope ou Estatísticas de Popularidade, nem se deixava dominar pelo Sucesso : " Sucesso é um Acidente de Percurso. " Em sua Autobiografia, foi Enfático ao afirmar que : " O Sucesso rápido não garante Duração, além de trazer uma grande responsabilidade. Cheguei a seguinte conclusão : não se faz um Humorista em menos de oito anos e nem se Fabrica um Comediante em menos de cinco. O que torna Humoristas e Comediantes mais Duradouros, porque não nasceram DE REPENTE ".

No mesmo livro, surpreendeu ao revelar que a qualidade do Trabalho era muito mais Importante do que a Preocupação em Competir : " A Competição deve haver, mas não pode deixar de ser Branca. Mais Importante do que muitos me Preferirem é ninguém me Detestar. "

No ambiente de trabalho, tratava a Todos, desde os subordinados, passando pelos membros de Equipe até os Companheiros de Cena com a mesma Elegância e Gentileza.

Quem Conheceu Chico Anysio pessoalmente, ou na intimidade, alega sua Humildade e Gentileza com o próximo, desde subordinados até colegas de trabalho/emissora e, principalmente, com Fãs. Chico procurava ser atencioso com seu Público. Ainda que pudesse se sentir desconfortável quanto a obrigatoriedade de ser " Engraçado " diante de admiradores que esperavam piadas e brincadeiras, não deixava de tratar bem qualquer Fã que se aproximasse. O mesmo com Repórteres/Jornalistas. Uma das coisas que Chico menos gostava era de passar horas respondendo Perguntas. Mesmo assim, nunca foi deselegante com qualquer Profissional da área que o procurava pedindo por uma entrevista. Chico era o Oposto de sua Profissão. Sério, Introspectivo, de pouco riso. Ouvia mais do que falava, porque ser Ouvinte, no caso dele, não somente era Aprendizado, mas um possível Material de Trabalho no Futuro.

Na maior parte do tempo, se mantinha " Preso " ao Trabalho, Criando, Escrevendo, Atuando. Acumulando Ofícios, poderia ter se Gabado das tantas outras Profissões que resolveu seguir. Porém, ao contrário, quanto mais sua Grandeza Artística ficava em Evidência, menos Estrelismo Ele adquiria para Si. Não levava á Sério o Título de GÊNIO que lhe foi Dado ao longo dos Anos e que se tornou uma Afirmação Incontestável e dizia com toda Convicção que " SUCESSO É UM ACIDENTE DE PERCURSO ". Assim como não acreditava em IBOPE. Artisticamente, experimentou de tudo um pouco, sob a alegação de que teria morrido frustrado em ter ficado " Preso " a uma atividade só sem ter tentado as outras.

Chico Anysio era o Tímido que sabia criar um Clima de Fascínio em torno de Si, prendendo a Atenção de Todos em torno Dele. Era o Pai amoroso e aberto a todas as Confidências dos Filhos. Se julgava melhor ex-marido do que marido, mas jamais perdeu a Insistência em querer tornar a Palavra CASAMENTO em algo CONCRETO e ETERNO.

Chico tinha uma Consciência dentro de Si, do que ERA e do que Significava para a CULTURA NACIONAL. Sabia de todos os Privilégios dos quais ele merecia Usufruir, principalmente em seus Últimos anos de Vida, tão caóticos, tão sofridos, onde foi quase levado a um Total OSTRACISMO. No entanto, permaneceu Humilde até o FIM, se submetendo a qualquer tipo de Oportunidade/Atividade que surgisse ou lhe era Imposta.

CHICO ANYSIO foi o MAIOR NOME DO HUMOR NACIONAL sem JAMAIS ter Aberto Mão de Ser FRANCISCO ANÍZIO DE OLIVEIRA PAULA FILHO.

Chico permaneceu com sua Simplicidade até mesmo em seus últimos anos de vida, sem Exigências, sem os Privilégios dos quais merecia, e cumprindo todos os trabalhos que lhe eram direcionados, apesar de muitos Deles terem sido NADA A VER com sua Capacidade, Inteligência e Genialidade ( ou seja, sem serem trabalhos Á ALTURA de um Profissional como Ele ).

Só mesmo muita Humildade poderia ter feito de Chico Anysio não somente um ARTISTA ADMIRÁVEL, mas um SER HUMANO Especial, até mesmo INCOMUM.

Kerley Fernandes Salguero, ( fã, admiradora e idealizadora de conteúdo para projetos virtuais ) ( @chicoanysiototal )