VOCÊ CONHECE CHICO ANYSIO ? - PARTE 3

03/07/2021

Música também passou a ser um dos Ofícios de Chico Anysio. O Modo como Chico ingressou nesta atividade pode ser contado de várias formas, relatadas por Ele ao longo da Vida. Em seu Antigo SITE OFICIAL, Chico Anysio alega que o clássico GENTE HUMILDE, muito tempo antes de se tornar uma Composição de Vinícius de Moraes e Chico Buarque, foi a Inspiração que o levou para o caminho da música : " Fui levado para o caminho da composição musical depois de ter ouvido GENTE HUMILDE na versão instrumental e que anos depois ganhou a letra de Vinícius de Moraes e Chico Buarque. Eu senti vontade de fazer uma canção igual, mas como não tinha aptidões para ser músico, achei melhor me dedicar à poesia. Em Gente Humilde, por exemplo, eu fiz versos alegres e não doídos, porque os subúrbios são mais contentes que tristes, mais alegres que chorosos. " 


No livro MPBambas, do jornalista e crítico musical Tárik de Souza ( livro Homônimo ao programa que ele comandava pelo CANAL BRASIL ), Chico, que havia concedido entrevista especial ao programa em Julho de 2010, conta que essa influência começou observando a mãe, D. Haydée Vianna, tocando piano em casa e as irmãs, Lupe e Lília, que estudavam canto, fazendo recitais, mas que foi na verdade o compositor Hianto de Almeida o grande responsável pela entrada dele nesse ofício. " Ele foi á Mayrink Veiga me procurar, porque eu escrevia o programa do Luiz Gonzaga. Ele achou que Eu poderia me interessar por música. Ele tocava piano e minha mãe tinha um piano. Fomos para minha casa e, num domingo, nós fizemos seis músicas. Ele já tinha as melodias, eu botei as letras ! Porque eu sempre tive isso, chegavam com a música pronta para Eu botar a letra. E uma dessas foi o primeiro arranjo que o Tom Jobim fez, com uma música do Hianto e minha, CONVERSA DE SOFÁ, gravada por Gilda de Barros em 1955. (.. ) .." Mas o meu primeiro parceiro numa música foi Oscar Belandi, numa música chamada QUANDO, um samba-canção, em 1953, gravado por Osvaldo Silva.. "

Francisco Anísio foi, sem a menor sobra de dúvida, o maior Ator desse País ! Tendo começado como Rádio-Ator em 1948 nas novelas da Rádio Guanabara, logo foi transferido para os programas de Humor da emissora pela habilidade em imitar vozes. Com sua trajetória no Rádio, passou a explorar seu lado Interpretativo quando começou a trabalhar em televisão. Sua primeira esposa, Nancy Wanderley, foi a grande incentivadora de Chico no ramo da Interpretação ( apesar de Chico declarar em sua Autobiografia e em vários outros lugares, que foi a atriz Estelita Bell a perceber seu talento e acreditar nele como ATOR ). Considerado um dos maiores humoristas do País ( para muitos O MAIOR ) se Consagrou com o esquema que criou para si Mesmo : AQUELE QUE FAZ VÁRIOS ! Ainda que, por causa do Humorismo, o Ofício ATOR só tenha sido considerado pela Crítica após trabalhos paralelos de Chico no Cinema, onde mostrou sua vertente dramática.

Chico Anysio e Nancy Wanderley se conheceram durante a segunda passagem de Chico pela Rádio Mayrink Veiga, em 1952. Nancy, na época, já era experiente no ramo humorístico e uma das maiores ( e poucas ) representantes Femininas do Gênero. A admiração mútua foi se tornando uma grande Amizade, que acabou fazendo com que os Dois se apaixonassem. Casaram-se em Agosto de 1956. De Colega de trabalho na Mayrink, Nancy se tornou Estrela efetiva dentro dos Programas produzidos pelo marido. Trabalhavam juntos em ESTE NORTE É DE MORTE e VAI LEVANDO, ambos os Programas sempre nos Destaques Semanais das Revistas RADIOLÂNDIA e REVISTA DO RÁDIO. Foi Nancy quem ELEVOU em Chico a CRENÇA de suas capacidades no ramo da Interpretação. " Isso é que Não. Sou muito Encabulado e tenho a Impressão de que diante de uma Câmera de TV Eu seria o mais Refinado CANASTRÃO ", declarou Chico á Revista RADIOLÂNDIA em 1956. Chico também era INSEGURO como Produtor/Redator, mas Nancy era insistente : " Nancy, minha primeira mulher, arrancou de mim uma Insegurança Inarredável : ' Chico, você é o Melhor Redator de Humor que existe no Brasil. Largue dessa Covardia e Mãos á Obra ! ' ", relembrou Chico em matéria publicada pela revista MANCHETE em 1977.

Em 1956, o Casamento de Chico Anysio com Nancy Wanderley FOI FOCO na RADIOLÂNDIA e REVISTA DO RÁDIO. O Casamento Civil aconteceu antes, no México. Seria pela embaixada Boliviana ( Nancy já havia sido Casada anteriormente de Papel passado ) e o Advogado Simon Campy providenciou a documentação para a Cidade de Chiuaua. A Cerimônia Religiosa aconteceu na Igreja de São Nicolau - RJ.

Em 15 de Junho de 1957 ( 10 meses após o matrimônio ) nasceu Luís Guilherme, o Lug de Paula, primogênito de Chico Anysio. O Casal prosseguia trabalhando juntos em vários programas de humor na Televisão. ROMEU E JULIETA foi um dos primeiros Destaques de Chico Anysio já neste ramo. Nancy Wanderley estrelava o humorístico ao lado de Zé Trindade sob Script de Chico. " No ROMEU E JULIETA Eu lancei, com a direção de Wilton Franco, a ' externa ' nos programas de Humor. Eram cenas sem diálogo, filmadas, e não com vídeoteipe, mas davam uma ' respirada ', saindo do entre quatro paredes. ROMEU E JULIETA era uma comediazinha de 25 minutos. Uma experiência que se fazia. Uma tentativa de sair do esquema ' quadro-quadro-quadro-quadro, uma busca por outro formato, já tentado pelo Max ( Nunes ) em CASA DE FAMÍLIA DE TODO O RESPEITO. Não funcionou nem em um nem outro. O público queria o ' quadro-quadro-quadro.. " contou em sua Autobiografia de 1992. Em 1959, o sucesso FEIJÃO, ARROZ E ALEGRIA, pela TV TUPI, era Estrelado por Nancy Wanderley e Hamilton Ferreira, com textos de Chico.

MILHÕES DE NAPOLEÕES, programa idealizado por Chico Anysio, seria substituto temporário da PRAÇA DA ALEGRIA na TV-RIO durante a ausência de Manoel da Nóbrega, que naquele período ( 1960 ) estava de viagem para o exterior. A Ideia inicial de Chico era uma espécie de Comédia " Todo mundo é Louco em um Mundo de Loucuras e coisas Loucas. " Infelizmente não conquistou o Público e foi alvo de Críticas Midiáticas. Rapidamente Chico Reformulou o Humorístico, deixando de lado as Encenações divididas em Quadros/Blocos por ESQUETES RÁPIDAS em formato de FLASHES. Tão Rápidas, que enquanto ria-se da Cena Anterior, outra já estava quase terminando. Chico passou a Formular ( e algumas vezes Encenar ) esses FLASHES tendo como BASE as Manias e Costumes das Pessoas em geral. Aos poucos, o Programa foi alcançando o Sucesso Almejado. Nancy Wanderley e Jorge Loredo ( O Eterno Zé Bonitinho ), eram as Estrelas Principais.

A partir de 1959, Nancy resolveu dar um tempo na carreira em nome de se dedicar ao filho, em fase de crescimento/desenvolvimento. Em 1961, o Feliz Casamento de Chico e Nancy foi caminhando para o FIM. A Separação surpreendeu Fãs e Mídia. Há quem diga ( e também foi noticiado em alguns veículos de imprensa na época ) que Chico Anysio, Honesto e de extremo Caráter, ao ter se apaixonado por uma Colega de trabalho, preferiu Romper o ENLACE. A Colega em questão era a Atriz e ex-Vedete Rose Rondelli, com quem trabalhava em NOITES CARIOCAS e CHICO ANÍSIO SHOW na TV-RIO e que acabou se tornando sua Segunda Esposa. Chico e Rose já se conheciam da rádio Mayrink Veiga, onde Rose também fez Carreira. Mas o ENCONTRO efetivo dos Dois aconteceu na televisão : " Conheci Chico Anysio no Programa SEMPRE AOS DOMINGOS. Nós fazíamos um SKETCH onde ele era o dono da casa e eu a Empregada Gostosa. Ele já era separado da Nancy e tinha um filho com ela ", declarou Rose na revista CLAUDIA, em 1979. " Essa última parte do diálogo não procede. Chico e Rose, como colegas de trabalho, e encenando Juntos, foram emocionalmente se envolvendo, o que deu MUNIÇÃO á Mídia para afirmar que Rose foi o pivô para a crise no Casamento de Chico e Nancy e a inevitável SEPARAÇÃO.

Chico Anysio se sentia péssimo, por causa da Mulher e do Filho. Sabia que uma separação efetiva acabaria o afastando do Menino. Ao mesmo tempo, não queria mais enganar a si mesmo ( emocionalmente falando ) e enganar Nancy. Não tinha coragem de cometer ADULTÉRIO ! Nancy, que há tempos já percebia a situação de Chico, entrou em depressão. Chico OPTOU por colocar um PONTO FINAL no Matrimônio.

Em 1962, a REVISTA DO RÁDIO trouxe uma matéria falando do TÉRMINO do casamento : " A separação produziu em Nancy um abalo nervoso. Ela estava em uma casa de saúde quando escrevíamos esta NOTA. Os verdadeiros motivos da separação? Uma certa Vedete.. Os amigos de Chico e Nancy, todavia, procuravam reconciliar os dois artistas.. " Em outra publicação da mesma revista, no mesmo Ano, intitulada APENAS UM CORAÇÃO VAZIO, Nancy Wanderley foi destaque : " Chico e Nancy estavam casados há 5 anos e meio. Não é segredo que a causa da separação foi Rose Rondelli, por quem Francisco Anísio se apaixonou. Nancy sentiu profundamente, mas está aos poucos refazendo sua vida. " Chico Anysio e Nancy Wanderley permaneceram trabalhando juntos em algumas Ocasiões e mantiveram uma Relação Amigável ao longo dos Anos.

Nancy, no final da Década de 60, abandonou a Carreira de Comediante. Chegou a fazer uma Participação em Novela pela TV BANDEIRANTES, já nos anos 80, sem grandes repercussões. Faleceu em 19 de Dezembro de 2008, aos 81 Anos.


Kerley Fernandes Salguero, ( fã, admiradora e idealizadora de conteúdo para projetos virtuais ) ( @chicoanysiototal